an online Instagram web viewer

#retocoliteulcerativa medias

Photos

"A #gravidez não é uma fase fácil. Durante este período, mudanças acontecem ao mesmo tempo em que vão surgindo dezenas de perguntas: como deve ser o acompanhamento? A alimentação deve mudar? O que a gestante pode ou não fazer? Quando se é portadora de alguma doença inflamatória intestinal, as dúvidas de multiplicam." Para baixar o e-book 👉www.minhadii.com.br/ebook

#farmaleachoudii #doençadecrohn #retocoliteulcerativa #doençasinflamatoriasintestinais #GravidezDII
"A #gravidez  não é uma fase fácil. Durante este período, mudanças acontecem ao mesmo tempo em que vão surgindo dezenas de perguntas: como deve ser o acompanhamento? A alimentação deve mudar? O que a gestante pode ou não fazer? Quando se é portadora de alguma doença inflamatória intestinal, as dúvidas de multiplicam." Para baixar o e-book 👉www.minhadii.com.br/ebook #farmaleachoudii  #doençadecrohn  #retocoliteulcerativa  #doençasinflamatoriasintestinais  #GravidezDII 
Cartilha dos Direitos e Responsabilidades dos Pacientes com #DII

O objetivo deste trabalho, desenvolvido pela Associação Brasileira de Colite Ulcerativa e Doença de Crohn com apoio da advogada Cynthia Maria Bassotto Cury Mello e da médica Cyrla Zaltman,  é divulgar, na forma de um guia, os direitos e as responsabilidades dos pacientes que convivem com essas enfermidades, buscando permitir-lhes o melhor tratamento possível, com menor sofrimento e mais conforto.

Se desejar receber impresso, você poderá preencher a  ficha de filiação neste link http://abcd.org.br/associe-se 
Fonte: http://abcd.org.br/cartilha-dos-direitos-e-responsabilidade-dos-pacientes-de-dii/

#ABCD #farmaleachoudii #conscientizardii #doençadecrohn #retocoliteulcerativa #doençasinflamatoriasintestinais #DireitosDosPacientesDII #direitosdospacientes
Cartilha dos Direitos e Responsabilidades dos Pacientes com #DII  O objetivo deste trabalho, desenvolvido pela Associação Brasileira de Colite Ulcerativa e Doença de Crohn com apoio da advogada Cynthia Maria Bassotto Cury Mello e da médica Cyrla Zaltman,  é divulgar, na forma de um guia, os direitos e as responsabilidades dos pacientes que convivem com essas enfermidades, buscando permitir-lhes o melhor tratamento possível, com menor sofrimento e mais conforto. Se desejar receber impresso, você poderá preencher a  ficha de filiação neste link http://abcd.org.br/associe-se Fonte: http://abcd.org.br/cartilha-dos-direitos-e-responsabilidade-dos-pacientes-de-dii/ #ABCD  #farmaleachoudii  #conscientizardii  #doençadecrohn  #retocoliteulcerativa  #doençasinflamatoriasintestinais  #DireitosDosPacientesDII  #direitosdospacientes 
Quem diria...a alguns anos atrás um pedaço de tomate, ou qualquer outro tipo de salada, não faria a menor falta no meu prato. E também não fazia muita questão de provar esse tipo de coisa...Me lembro que um dia fui dormir na casa da minha amiga @leticiadehazevedo e um dos itens da janta era o 🍅, não sei que tomate era aquele mas provei, gostei e foi aí que comecei a comer outra coisa, além de alface, junto com a minha comida😅 Depois que recebi o diagnóstico de retocolite ulcerativa, umas das primeiras restrições que a médica me passou foram as frutas e saladas ácidas 😣 então lá se foram as laranjas, o abacaxi e também o tomate! 🙁 Nunca pensei que sentiria tanta falta de comer esse tipo de coisa! Então, há alguns dias atrás resolvi procurar uma especialista em doenças inflamatórias intestinais e foi aí que veio a boa notícia, eu poderia voltar a comer normalmente esse tipo de "coisa". 🤗
Hoje posso declarar aqui a minha felicidade em poder comer 🍅 sem me preocupar se vou ou não passar mal depois. É quem diría...foi assim que aprendi a valorizar ainda mais as coisas simples da vida...enquanto você reclama que "não consegue fazer dieta porque não aguenta comer só frutas, salada, legumes e essas coisas saudáveis", eu comemoro poder comer o 🍅 a 🍊 e o 🍍. 🙌 O sacrifício de uns é a vitória de outros, mas a verdadeira vitória só vem junto de muito sacrifício. 😘 #boatarde #reflexion #almoçodehoje #alimentacaosaudavel #reeducacaoalimentar #cuidandodasaude #rcu #dii #retocoliteulcerativa #intoleranciaalactose #desafioomelhordemim #60npb #healthylifestyle
Quem diria...a alguns anos atrás um pedaço de tomate, ou qualquer outro tipo de salada, não faria a menor falta no meu prato. E também não fazia muita questão de provar esse tipo de coisa...Me lembro que um dia fui dormir na casa da minha amiga @leticiadehazevedo e um dos itens da janta era o 🍅, não sei que tomate era aquele mas provei, gostei e foi aí que comecei a comer outra coisa, além de alface, junto com a minha comida😅 Depois que recebi o diagnóstico de retocolite ulcerativa, umas das primeiras restrições que a médica me passou foram as frutas e saladas ácidas 😣 então lá se foram as laranjas, o abacaxi e também o tomate! 🙁 Nunca pensei que sentiria tanta falta de comer esse tipo de coisa! Então, há alguns dias atrás resolvi procurar uma especialista em doenças inflamatórias intestinais e foi aí que veio a boa notícia, eu poderia voltar a comer normalmente esse tipo de "coisa". 🤗 Hoje posso declarar aqui a minha felicidade em poder comer 🍅 sem me preocupar se vou ou não passar mal depois. É quem diría...foi assim que aprendi a valorizar ainda mais as coisas simples da vida...enquanto você reclama que "não consegue fazer dieta porque não aguenta comer só frutas, salada, legumes e essas coisas saudáveis", eu comemoro poder comer o 🍅 a 🍊 e o 🍍. 🙌 O sacrifício de uns é a vitória de outros, mas a verdadeira vitória só vem junto de muito sacrifício. 😘 #boatarde  #reflexion  #almoçodehoje  #alimentacaosaudavel  #reeducacaoalimentar  #cuidandodasaude  #rcu  #dii  #retocoliteulcerativa  #intoleranciaalactose  #desafioomelhordemim  #60npb  #healthylifestyle 
E o meus olhos não estão sempre limpos assim, uma dos sintomas da colite é inflamação nos olhos. Mesmo estando em remissão há dois anos e meio de vez em quando os meus olhos ainda inflamam.Para evitar eu uso lubrificantes oculares direto. Alguém mais sofre com isso? #retocoliteulcerativa
E o meus olhos não estão sempre limpos assim, uma dos sintomas da colite é inflamação nos olhos. Mesmo estando em remissão há dois anos e meio de vez em quando os meus olhos ainda inflamam.Para evitar eu uso lubrificantes oculares direto. Alguém mais sofre com isso? #retocoliteulcerativa 
Conhecer um pouco da história de outras pessoas na mesma condição que a nossa faz bem para nos sentirmos apoiados, para conscientizar e saber que não estamos sozinhos. 
Cada um de nós aprendendo e aceitando a doença no seu tempo. Quando você entende sua condição, a aceitação chega e você consegue lidar melhor com tudo. "O que também ajudou muito foi começar a fazer terapia. DII é uma doença agressiva - você precisa de ajuda para encará-la. Às vezes nós sentimos que não temos nenhum poder e a terapia conseguiu me ensinar que eu tinha poder sobre minha doença. Eu comecei a me ajudar a me importar mais com meu corpo." #farmaleachoudii #conscientizardii #doençadecrohn #retocoliteulcerativa #crohnsdisease #ulcerativecolitis #guts4life #ibdawareness 
LEIA TUDO NOS COMENTÁRIOS OU NO LINK 👉www.minhadii.com.br/momentos-compartilhados/virna
Conhecer um pouco da história de outras pessoas na mesma condição que a nossa faz bem para nos sentirmos apoiados, para conscientizar e saber que não estamos sozinhos. Cada um de nós aprendendo e aceitando a doença no seu tempo. Quando você entende sua condição, a aceitação chega e você consegue lidar melhor com tudo. "O que também ajudou muito foi começar a fazer terapia. DII é uma doença agressiva - você precisa de ajuda para encará-la. Às vezes nós sentimos que não temos nenhum poder e a terapia conseguiu me ensinar que eu tinha poder sobre minha doença. Eu comecei a me ajudar a me importar mais com meu corpo." #farmaleachoudii  #conscientizardii  #doençadecrohn  #retocoliteulcerativa  #crohnsdisease  #ulcerativecolitis  #guts4life  #ibdawareness  LEIA TUDO NOS COMENTÁRIOS OU NO LINK 👉www.minhadii.com.br/momentos-compartilhados/virna
#pipoca #pipocadesagu já experimentou? É gostosa, não tem casquinhas que possam dar problemas no #intestino, crocante e sequinha. #dietasimsemgraçanunca #crohn #retocoliteulcerativa #dii
Descobri minha doença Retocolite Ulcerativa (RCU) em 2011 iniciou com um sangramentro fui no medico e o diagnóstico foi imediato RCU crônica. Comecei a tomar mesalazina comprimidos e supositório para conter o sangramentro, mas em 2015 tive hemorragia fiquei internada duas vezes neste mesmo ano e mudaram minha medicação para azatioprina e mesalazina. Hoje me sinto um pouco melhor mas o sangramentro não para, tenho constante sangramento e depende do que eu como passo muito mal com fortes dores. Acredito que um dia eu possa experimentar da famosa e tão sonhada  remissão. Um forte abraço a todos.

Meu nome é Vanessa Greggio, tenho 33 anos, moro em Gorgo Al Monticano/Itália, sou Operária, tenho Retocolite Ulcerativa. Meu perfil no Facebook: www.facebook.com/edno.ribeirodasilva ➼ Conte a Sua História Também! Expressar tranquiliza-a-dor.

Para compartilhar a sua história 👉www.farmale.com.br clique na aba Conte Sua História.

Para ler os depoimentos 👉www.farmale.com.br clique na aba Depoimentos.

Obrigada Vanessa💜

#farmale #farmaleachoudii #crohn #retocoliteulcerativa #FarmaleConteASuaHistoria #ConteASuaHistoria #ExtpressarTranquilizaADor #empoderarpacientes #farmaleempodera #juntossomosmaisfortes
Descobri minha doença Retocolite Ulcerativa (RCU) em 2011 iniciou com um sangramentro fui no medico e o diagnóstico foi imediato RCU crônica. Comecei a tomar mesalazina comprimidos e supositório para conter o sangramentro, mas em 2015 tive hemorragia fiquei internada duas vezes neste mesmo ano e mudaram minha medicação para azatioprina e mesalazina. Hoje me sinto um pouco melhor mas o sangramentro não para, tenho constante sangramento e depende do que eu como passo muito mal com fortes dores. Acredito que um dia eu possa experimentar da famosa e tão sonhada remissão. Um forte abraço a todos. Meu nome é Vanessa Greggio, tenho 33 anos, moro em Gorgo Al Monticano/Itália, sou Operária, tenho Retocolite Ulcerativa. Meu perfil no Facebook: www.facebook.com/edno.ribeirodasilva ➼ Conte a Sua História Também! Expressar tranquiliza-a-dor. Para compartilhar a sua história 👉www.farmale.com.br clique na aba Conte Sua História. Para ler os depoimentos 👉www.farmale.com.br clique na aba Depoimentos. Obrigada Vanessa💜 #farmale  #farmaleachoudii  #crohn  #retocoliteulcerativa  #FarmaleConteASuaHistoria  #ConteASuaHistoria  #ExtpressarTranquilizaADor  #empoderarpacientes  #farmaleempodera  #juntossomosmaisfortes 
Como eu havia dito no meu post anterior em 2012 eu tive a minha segunda grande crise e além dos antiinflamatórios e dos corticóides que eu já tomava a médica entrou com o imunossupressor azatioprina. Qual é o papel dos imunossupressores? Vocês devem conhecer pelo menos um medicamento no grupo dos imunossupressores– Azatioprina. Pois bem, imunossupressores são medicamentos que diminuem a quantidade de células inflamatórias no corpo. São usados para tratar várias doenças autoimunes como doença de Crohn e colite ulcerativa, além de serem usados também em transplantados para evitar rejeição e no tratamento de alguns tipos de câncer.

O tratamento para doença de Crohn e colite ulcerativa através de imunossupressores é considerado quando o médico percebe que o tratamento com corticosteroides, aminosalicílicos e antibióticos não está alcançando o efeito desejado, ou seja, a remissão.

Esses medicamentos são de grande ajuda para pacientes que desenvolveram complicações como fístulas, por exemplo, devido a diminuição da inflamação. Por conta deles inibirem as células brancas do sangue faz com que o indivíduo fique mais susceptível à infecções sendo assim esses medicamentos são prescritos de forma que a supressão do sistema imune não seja pior do que a doença em si. #retocoliteulcerativa #colite
Como eu havia dito no meu post anterior em 2012 eu tive a minha segunda grande crise e além dos antiinflamatórios e dos corticóides que eu já tomava a médica entrou com o imunossupressor azatioprina. Qual é o papel dos imunossupressores? Vocês devem conhecer pelo menos um medicamento no grupo dos imunossupressores– Azatioprina. Pois bem, imunossupressores são medicamentos que diminuem a quantidade de células inflamatórias no corpo. São usados para tratar várias doenças autoimunes como doença de Crohn e colite ulcerativa, além de serem usados também em transplantados para evitar rejeição e no tratamento de alguns tipos de câncer. O tratamento para doença de Crohn e colite ulcerativa através de imunossupressores é considerado quando o médico percebe que o tratamento com corticosteroides, aminosalicílicos e antibióticos não está alcançando o efeito desejado, ou seja, a remissão. Esses medicamentos são de grande ajuda para pacientes que desenvolveram complicações como fístulas, por exemplo, devido a diminuição da inflamação. Por conta deles inibirem as células brancas do sangue faz com que o indivíduo fique mais susceptível à infecções sendo assim esses medicamentos são prescritos de forma que a supressão do sistema imune não seja pior do que a doença em si. #retocoliteulcerativa  #colite 
Quando eu estou em crise ou mesmo quando tenho diarreias esporádicas, sim porque mesmo estando em remissão de vez em quando eu tenho diarreia, eu uso o Ensure para reposição de vitaminas e minerais. A absorção de nutrientes fica bem prejudicada nos portadores de DII. O Ensure é uma ótima opção para reposição,  principalmente para quem como eu também tem intolerância à lactose. #retocoliteulcerativa #dii
Quando eu estou em crise ou mesmo quando tenho diarreias esporádicas, sim porque mesmo estando em remissão de vez em quando eu tenho diarreia, eu uso o Ensure para reposição de vitaminas e minerais. A absorção de nutrientes fica bem prejudicada nos portadores de DII. O Ensure é uma ótima opção para reposição, principalmente para quem como eu também tem intolerância à lactose. #retocoliteulcerativa  #dii 
A intolerância à lactose é uma condição muito comum em DII e o tema sempre gera dúvidas entre os pacientes. Algumas informações sobre o assunto são fundamentais:
◆ Nem todos os pacientes com DII têm intolerância à lactose;
◆ A intolerância a lactose precisa ser diagnosticada pelo médico;
◆  A intolerância é mais comum na Doença de Crohn, pois a lesão pode ocorrer no intestino delgado, local onde é produzida a enzima lactase, responsável pela degradação da lactose. Porém, nem todos os pacientes com Doença de Crohn têm a intolerância. Isso depende do local acometido pela doença e da capacidade que cada pessoa tem de produzir lactase; ◆ Pacientes não devem excluir as fontes de lactose sem ter o diagnóstico da intolerância. Os alimentos fontes (leite e seus derivados e produtos que levem leite) são ricos em nutrientes importantes para o corpo como as vitaminas B12 e D, cálcio e proteínas;
◆ Em geral os pacientes com a doença em atividade precisam evitar o leite e derivados, devido a alterações temporárias na produção e ação da lactase, comuns na atividade da doença.  Alterações no funcionamento intestinal também podem acontecer nessa fase e a digestão e absorção da lactose ficam alteradas;
◆ Pacientes em remissão e sem diagnóstico da intolerância à lactose não devem evitar leite e seus derivados nessa fase;
◆ A intolerância a lactose pode não ter nenhuma relação com a DII. À medida que o indivíduo envelhece a produção da enzima lactase pelo organismo diminui naturalmente, desenvolvendo o quadro de intolerância à lactose;
◆ Produtos lacfree só devem ser consumidos por indivíduos com diagnóstico confirmado de intolerância à lactose.

Se você tinha dúvidas sobre o assunto, muitas foram esclarecidas aqui. E se ainda tiver alguma, comente abaixo que a gente responde!!
#dii #ibd #doençadecrohn #crohnsdisease #retocoliteulcerativa #ulcerativecolitis #lactose #intolerânciaalactose #gastroenterologia #nutriçãoemdii
A intolerância à lactose é uma condição muito comum em DII e o tema sempre gera dúvidas entre os pacientes. Algumas informações sobre o assunto são fundamentais: ◆ Nem todos os pacientes com DII têm intolerância à lactose; ◆ A intolerância a lactose precisa ser diagnosticada pelo médico; ◆ A intolerância é mais comum na Doença de Crohn, pois a lesão pode ocorrer no intestino delgado, local onde é produzida a enzima lactase, responsável pela degradação da lactose. Porém, nem todos os pacientes com Doença de Crohn têm a intolerância. Isso depende do local acometido pela doença e da capacidade que cada pessoa tem de produzir lactase; ◆ Pacientes não devem excluir as fontes de lactose sem ter o diagnóstico da intolerância. Os alimentos fontes (leite e seus derivados e produtos que levem leite) são ricos em nutrientes importantes para o corpo como as vitaminas B12 e D, cálcio e proteínas; ◆ Em geral os pacientes com a doença em atividade precisam evitar o leite e derivados, devido a alterações temporárias na produção e ação da lactase, comuns na atividade da doença. Alterações no funcionamento intestinal também podem acontecer nessa fase e a digestão e absorção da lactose ficam alteradas; ◆ Pacientes em remissão e sem diagnóstico da intolerância à lactose não devem evitar leite e seus derivados nessa fase; ◆ A intolerância a lactose pode não ter nenhuma relação com a DII. À medida que o indivíduo envelhece a produção da enzima lactase pelo organismo diminui naturalmente, desenvolvendo o quadro de intolerância à lactose; ◆ Produtos lacfree só devem ser consumidos por indivíduos com diagnóstico confirmado de intolerância à lactose. Se você tinha dúvidas sobre o assunto, muitas foram esclarecidas aqui. E se ainda tiver alguma, comente abaixo que a gente responde!! #dii  #ibd  #doençadecrohn  #crohnsdisease  #retocoliteulcerativa  #ulcerativecolitis  #lactose  #intolerânciaalactose  #gastroenterologia  #nutriçãoemdii 
Lanchinho da tarde:
👉 Bolachas arroz com pasta de amendoim + castanhas de cajú + chá de folha de oliveira. 👍😘
#boatarde #lanchedatarde #horadolanche #semgluten #semlactose #foconadieta #foconoobjetivo #cuidandodasaude #rcu #dii #retocoliteulcerativa #intoleranciaalactose #sop #healthylifestyle #alimentaçãosaudável #reeducaçãoalimentar #lactosefree #glutenfree #lowcarb
@Regrann from @farmale -  #farmaleachoudii #conscientizardii #doençasinflamatoriasintestinais #doençadecronh #retocoliteulcerativa #TMO #transplantedemedula
#medulaossea 
@Regrann from @diintestinais -  O transplante de medula óssea foi recentemente proposto como uma alternativa terapêutica para pacientes com  doença de Crohn refratária a terapia imunossupressora. A ideia consiste em resetar a medula óssea e com isso remover clones de células associados a doença de Crohn. Existem basicamente dois tipos de transplantes: *Autólogo. Nesta técnica são utilizadas as próprias células tronco do paciente, após ablação da medula óssea com quimioterapia; *Alogênico. São utilizadas células tronco de um doador saudável compatível, resetando inclusive o componente genético da doença. Os transplantes são considerados procedimentos de risco elevado e por isso testados somente em pacientes nos quais apesar de todas as terapias imunossupressoras existentes apresentam doença grave em atividade, ou seja, refratários a tudo. Devido a quimioterapia utilizada antes do transplante, o risco de infecções graves se torna muito alto nesse período. São poucos os estudos publicados até o momento, com taxas de remissão que não ultrapassam 50%. O risco x beneficio deve ser muito discutido antes de realizar o procedimento. #crohn #dii #maladiedecrohn #transplante #ibd #eii #crohnsdisease - #regrann - #regrann
@Regrann from @farmale - #farmaleachoudii  #conscientizardii  #doençasinflamatoriasintestinais  #doençadecronh  #retocoliteulcerativa  #TMO  #transplantedemedula  #medulaossea  @Regrann from @diintestinais - O transplante de medula óssea foi recentemente proposto como uma alternativa terapêutica para pacientes com doença de Crohn refratária a terapia imunossupressora. A ideia consiste em resetar a medula óssea e com isso remover clones de células associados a doença de Crohn. Existem basicamente dois tipos de transplantes: *Autólogo. Nesta técnica são utilizadas as próprias células tronco do paciente, após ablação da medula óssea com quimioterapia; *Alogênico. São utilizadas células tronco de um doador saudável compatível, resetando inclusive o componente genético da doença. Os transplantes são considerados procedimentos de risco elevado e por isso testados somente em pacientes nos quais apesar de todas as terapias imunossupressoras existentes apresentam doença grave em atividade, ou seja, refratários a tudo. Devido a quimioterapia utilizada antes do transplante, o risco de infecções graves se torna muito alto nesse período. São poucos os estudos publicados até o momento, com taxas de remissão que não ultrapassam 50%. O risco x beneficio deve ser muito discutido antes de realizar o procedimento. #crohn  #dii  #maladiedecrohn  #transplante  #ibd  #eii  #crohnsdisease  - #regrann  - #regrann 
Sobre o lado positivo de participar de grupos de pacientes no Facebook: uma pessoa do grupo compartilhou um arquivo bem útil do GAMEDII com as medicações seguras e as proibidas para quem temdoença inflamatória intestinal. 
Lembre-se que o seu médico é a sua melhor fonte de consulta, pois é quem está acompanhando a evolução da sua doença. Lembre-se também que em cada um de nós, a DII pode se apresentar de maneiras diferentes, em alguns mais grave e em outros menos, logo, nem sempre você poderá ou precisará usar as mesmas medicações do colega. Seu organismo poderá responder de maneira diferente a qualquer medicação e estas não estão livres de provocar efeitos colaterais, que podem ser por exemplo uma alergia. 
Para quem gosta de ler as bulas, não se impressione com o conteúdo, pois tudo deve estar relatado ali para que este medicamento fosse liberado para uso, mesmo que uma determinada ocorrência tenha sido tão insignificante em número de pacientes, ela deve ser relatada na bula. 
Pacientes de DII já utilizam algumas medicações que podem interagir com alguma outra que você comece a usar, isso pode levar a potencialização de alguma delas ou diminuir a ação. 
Seja responsável também pelo seu tratamento, nem sempre o que faz bem para um colega terá o mesmo efeito em você. E só mais uma observação, não tome medicamentos, mesmo de venda livre (não precisa de prescrição médica) sem consultar seu médico e o farmacêutico.

Sobre o GAMEDII:

O Grupo de Assistência Multidisciplinar em Estomias e Doença Inflamatória Intestinal (GAMEDII) é definido como uma equipe de profissionais de saúde do complexo Hospitalar Padre Bento, formada por médicos, enfermeiros, nutricionistas, psicólogos, assistentes sociais, farmacêuticos e fisioterapeutas com a missão de oferecer excelência na assistência à saúde dos pacientes portadores de estomia e doença inflamatória intestinal da rede pública (SUS). Visualize a outra parte da imagem no outro post. 😉 Compartilhei no blog também:  www.farmale.com.br 💜Excelente fonte de consulta: #GAMEDII 👉 www.gamedii.com.br

#farmaciacomamor #farmaleachoudii #conscientizardii  #doençasinflamatoriasintestinais #doençadecrohn #retocoliteulcerativa
Sobre o lado positivo de participar de grupos de pacientes no Facebook: uma pessoa do grupo compartilhou um arquivo bem útil do GAMEDII com as medicações seguras e as proibidas para quem temdoença inflamatória intestinal. Lembre-se que o seu médico é a sua melhor fonte de consulta, pois é quem está acompanhando a evolução da sua doença. Lembre-se também que em cada um de nós, a DII pode se apresentar de maneiras diferentes, em alguns mais grave e em outros menos, logo, nem sempre você poderá ou precisará usar as mesmas medicações do colega. Seu organismo poderá responder de maneira diferente a qualquer medicação e estas não estão livres de provocar efeitos colaterais, que podem ser por exemplo uma alergia. Para quem gosta de ler as bulas, não se impressione com o conteúdo, pois tudo deve estar relatado ali para que este medicamento fosse liberado para uso, mesmo que uma determinada ocorrência tenha sido tão insignificante em número de pacientes, ela deve ser relatada na bula. Pacientes de DII já utilizam algumas medicações que podem interagir com alguma outra que você comece a usar, isso pode levar a potencialização de alguma delas ou diminuir a ação. Seja responsável também pelo seu tratamento, nem sempre o que faz bem para um colega terá o mesmo efeito em você. E só mais uma observação, não tome medicamentos, mesmo de venda livre (não precisa de prescrição médica) sem consultar seu médico e o farmacêutico. Sobre o GAMEDII: O Grupo de Assistência Multidisciplinar em Estomias e Doença Inflamatória Intestinal (GAMEDII) é definido como uma equipe de profissionais de saúde do complexo Hospitalar Padre Bento, formada por médicos, enfermeiros, nutricionistas, psicólogos, assistentes sociais, farmacêuticos e fisioterapeutas com a missão de oferecer excelência na assistência à saúde dos pacientes portadores de estomia e doença inflamatória intestinal da rede pública (SUS). Visualize a outra parte da imagem no outro post. 😉 Compartilhei no blog também: www.farmale.com.br 💜Excelente fonte de consulta: #GAMEDII  👉 www.gamedii.com.br #farmaciacomamor  #farmaleachoudii  #conscientizardii  #doençasinflamatoriasintestinais  #doençadecrohn  #retocoliteulcerativa 
Sobre o lado positivo de participar de grupos de pacientes no Facebook: uma pessoa do grupo compartilhou um arquivo bem útil do GAMEDII com as medicações seguras e as proibidas para quem temdoença inflamatória intestinal. 
Lembre-se que o seu médico é a sua melhor fonte de consulta, pois é quem está acompanhando a evolução da sua doença. Lembre-se também que em cada um de nós, a DII pode se apresentar de maneiras diferentes, em alguns mais grave e em outros menos, logo, nem sempre você poderá ou precisará usar as mesmas medicações do colega. Seu organismo poderá responder de maneira diferente a qualquer medicação e estas não estão livres de provocar efeitos colaterais, que podem ser por exemplo uma alergia. 
Para quem gosta de ler as bulas, não se impressione com o conteúdo, pois tudo deve estar relatado ali para que este medicamento fosse liberado para uso, mesmo que uma determinada ocorrência tenha sido tão insignificante em número de pacientes, ela deve ser relatada na bula. 
Pacientes de DII já utilizam algumas medicações que podem interagir com alguma outra que você comece a usar, isso pode levar a potencialização de alguma delas ou diminuir a ação. 
Seja responsável também pelo seu tratamento, nem sempre o que faz bem para um colega terá o mesmo efeito em você. E só mais uma observação, não tome medicamentos, mesmo de venda livre (não precisa de prescrição médica) sem consultar seu médico e o farmacêutico.

Sobre o GAMEDII:

O Grupo de Assistência Multidisciplinar em Estomias e Doença Inflamatória Intestinal (GAMEDII) é definido como uma equipe de profissionais de saúde do complexo Hospitalar Padre Bento, formada por médicos, enfermeiros, nutricionistas, psicólogos, assistentes sociais, farmacêuticos e fisioterapeutas com a missão de oferecer excelência na assistência à saúde dos pacientes portadores de estomia e doença inflamatória intestinal da rede pública (SUS). Visualize a outra parte da imagem no outro post. 😉 Compartilhei no blog também:  www.farmale.com.br 💜Excelente fonte de consulta: #GAMEDII 👉 www.gamedii.com.br

#farmaciacomamor #farmaleachoudii #conscientizardii  #doençasinflamatoriasintestinais #doençadecrohn #retocoliteulcerativa
Sobre o lado positivo de participar de grupos de pacientes no Facebook: uma pessoa do grupo compartilhou um arquivo bem útil do GAMEDII com as medicações seguras e as proibidas para quem temdoença inflamatória intestinal. Lembre-se que o seu médico é a sua melhor fonte de consulta, pois é quem está acompanhando a evolução da sua doença. Lembre-se também que em cada um de nós, a DII pode se apresentar de maneiras diferentes, em alguns mais grave e em outros menos, logo, nem sempre você poderá ou precisará usar as mesmas medicações do colega. Seu organismo poderá responder de maneira diferente a qualquer medicação e estas não estão livres de provocar efeitos colaterais, que podem ser por exemplo uma alergia. Para quem gosta de ler as bulas, não se impressione com o conteúdo, pois tudo deve estar relatado ali para que este medicamento fosse liberado para uso, mesmo que uma determinada ocorrência tenha sido tão insignificante em número de pacientes, ela deve ser relatada na bula. Pacientes de DII já utilizam algumas medicações que podem interagir com alguma outra que você comece a usar, isso pode levar a potencialização de alguma delas ou diminuir a ação. Seja responsável também pelo seu tratamento, nem sempre o que faz bem para um colega terá o mesmo efeito em você. E só mais uma observação, não tome medicamentos, mesmo de venda livre (não precisa de prescrição médica) sem consultar seu médico e o farmacêutico. Sobre o GAMEDII: O Grupo de Assistência Multidisciplinar em Estomias e Doença Inflamatória Intestinal (GAMEDII) é definido como uma equipe de profissionais de saúde do complexo Hospitalar Padre Bento, formada por médicos, enfermeiros, nutricionistas, psicólogos, assistentes sociais, farmacêuticos e fisioterapeutas com a missão de oferecer excelência na assistência à saúde dos pacientes portadores de estomia e doença inflamatória intestinal da rede pública (SUS). Visualize a outra parte da imagem no outro post. 😉 Compartilhei no blog também: www.farmale.com.br 💜Excelente fonte de consulta: #GAMEDII  👉 www.gamedii.com.br #farmaciacomamor  #farmaleachoudii  #conscientizardii  #doençasinflamatoriasintestinais  #doençadecrohn  #retocoliteulcerativa 
#farmaleachoudii #conscientizardii #doençasinflamatoriasintestinais #doençadecronh #retocoliteulcerativa #TMO #transplantedemedula
#medulaossea 
@Regrann from @diintestinais -  O transplante de medula óssea foi recentemente proposto como uma alternativa terapêutica para pacientes com  doença de Crohn refratária a terapia imunossupressora. A ideia consiste em resetar a medula óssea e com isso remover clones de células associados a doença de Crohn. Existem basicamente dois tipos de transplantes: *Autólogo. Nesta técnica são utilizadas as próprias células tronco do paciente, após ablação da medula óssea com quimioterapia; *Alogênico. São utilizadas células tronco de um doador saudável compatível, resetando inclusive o componente genético da doença. Os transplantes são considerados procedimentos de risco elevado e por isso testados somente em pacientes nos quais apesar de todas as terapias imunossupressoras existentes apresentam doença grave em atividade, ou seja, refratários a tudo. Devido a quimioterapia utilizada antes do transplante, o risco de infecções graves se torna muito alto nesse período. São poucos os estudos publicados até o momento, com taxas de remissão que não ultrapassam 50%. O risco x beneficio deve ser muito discutido antes de realizar o procedimento. #crohn #dii #maladiedecrohn #transplante #ibd #eii #crohnsdisease - #regrann
#farmaleachoudii  #conscientizardii  #doençasinflamatoriasintestinais  #doençadecronh  #retocoliteulcerativa  #TMO  #transplantedemedula  #medulaossea  @Regrann from @diintestinais - O transplante de medula óssea foi recentemente proposto como uma alternativa terapêutica para pacientes com doença de Crohn refratária a terapia imunossupressora. A ideia consiste em resetar a medula óssea e com isso remover clones de células associados a doença de Crohn. Existem basicamente dois tipos de transplantes: *Autólogo. Nesta técnica são utilizadas as próprias células tronco do paciente, após ablação da medula óssea com quimioterapia; *Alogênico. São utilizadas células tronco de um doador saudável compatível, resetando inclusive o componente genético da doença. Os transplantes são considerados procedimentos de risco elevado e por isso testados somente em pacientes nos quais apesar de todas as terapias imunossupressoras existentes apresentam doença grave em atividade, ou seja, refratários a tudo. Devido a quimioterapia utilizada antes do transplante, o risco de infecções graves se torna muito alto nesse período. São poucos os estudos publicados até o momento, com taxas de remissão que não ultrapassam 50%. O risco x beneficio deve ser muito discutido antes de realizar o procedimento. #crohn  #dii  #maladiedecrohn  #transplante  #ibd  #eii  #crohnsdisease  - #regrann 
#farmaleachousaude #farmaleachoudii #doençasinflamatoriasintestinais #doençadecronh #retocoliteulcerativa 🔵Doença Crônica – os 5 As para melhorar o dia

As #doençascrônicas, segundo o Ministério da Saúde (Portaria nº 483, de 1º de abril de 2014), são aquelas que apresentam início gradual, com duração longa ou incerta que, em geral, apresentam múltiplas causas e cujo tratamento envolva mudanças de estilo de vida, em um processo de cuidado contínuo que, usualmente, não leva à cura.

Entende-se que a doença causa desarmonia e conflitos na vida do indivíduo e a maneira como uma pessoa assume o seu destino é uma possibilidade de dar sentido à vida. 
E como encarar de maneira positiva uma doença que não tem cura? 
A forma como encaramos o sofrimento é pessoal e há distintas possibilidades para lidar com esta experiência, seja retirando do sofrimento lições que poderão levar ao crescimento pessoal e a repensar os valores principais da vida, seja se revoltando e caindo em desespero. A doença crônica produz uma série de conflitos emocionais, ansiedade, angústia, que vão desencadear no paciente uma série de mecanismos defensivos múltiplos. Estes mecanismos ou estágios são: negação, revolta, barganha, depressão e aceitação. ✔Negação: esse estágio funciona como uma defesa temporária, em que o sujeito não aceita seu diagnóstico e acredita que seus exames foram trocados e geralmente procurará outro serviço médico para realizar novos exames com a expectativa de que o diagnóstico inicial esteja errado. O diagnóstico de uma doença crônica faz emergir a questão da morte e aí entra mais um motivo para o sentimento de negação. Conforme escreveu Freud em seu texto Reflexões sobre tempos de guerra e morte - no inconsciente cada um de nós está convencido de sua própria imortalidade. ✔Revolta: nesse estágio o paciente tem um comportamento de pergunta: Porque eu? É difícil lidar com o indivíduo nesse estágio, visto que o paciente projeta a sua raiva aos mais próximos, à equipe de saúde e aos familiares. Não acredita ter que passar pela situação e até questiona se tantas pessoas ruins no mundo não deveriam passar por isso ao invés de você.

CONTINUA NOS COMENTÁRIOS👇
#farmaleachousaude  #farmaleachoudii  #doençasinflamatoriasintestinais  #doençadecronh  #retocoliteulcerativa  🔵Doença Crônica – os 5 As para melhorar o dia As #doençascrônicas , segundo o Ministério da Saúde (Portaria nº 483, de 1º de abril de 2014), são aquelas que apresentam início gradual, com duração longa ou incerta que, em geral, apresentam múltiplas causas e cujo tratamento envolva mudanças de estilo de vida, em um processo de cuidado contínuo que, usualmente, não leva à cura. Entende-se que a doença causa desarmonia e conflitos na vida do indivíduo e a maneira como uma pessoa assume o seu destino é uma possibilidade de dar sentido à vida. E como encarar de maneira positiva uma doença que não tem cura? A forma como encaramos o sofrimento é pessoal e há distintas possibilidades para lidar com esta experiência, seja retirando do sofrimento lições que poderão levar ao crescimento pessoal e a repensar os valores principais da vida, seja se revoltando e caindo em desespero. A doença crônica produz uma série de conflitos emocionais, ansiedade, angústia, que vão desencadear no paciente uma série de mecanismos defensivos múltiplos. Estes mecanismos ou estágios são: negação, revolta, barganha, depressão e aceitação. ✔Negação: esse estágio funciona como uma defesa temporária, em que o sujeito não aceita seu diagnóstico e acredita que seus exames foram trocados e geralmente procurará outro serviço médico para realizar novos exames com a expectativa de que o diagnóstico inicial esteja errado. O diagnóstico de uma doença crônica faz emergir a questão da morte e aí entra mais um motivo para o sentimento de negação. Conforme escreveu Freud em seu texto Reflexões sobre tempos de guerra e morte - no inconsciente cada um de nós está convencido de sua própria imortalidade. ✔Revolta: nesse estágio o paciente tem um comportamento de pergunta: Porque eu? É difícil lidar com o indivíduo nesse estágio, visto que o paciente projeta a sua raiva aos mais próximos, à equipe de saúde e aos familiares. Não acredita ter que passar pela situação e até questiona se tantas pessoas ruins no mundo não deveriam passar por isso ao invés de você. CONTINUA NOS COMENTÁRIOS👇
Ok!  Também concordo que o preparo é péssimo, mas a importância que esse exame tem para a prevenção do câncer e para nós com doença inflamatória intestinal, deve superar nosso medo e antipatia pela colonoscopia. 
#farmaleachousaude #farmaleachoudii #conscientizardii #doençasinflamatoriasintestinais #doençadecrohn #retocoliteulcerativa "O que é pior que a colonoscopia?

CÂNCER. 
Procure um coloproctologista e faça sua colonoscopia de prevenção di câncer de intestino." Informação compartilhada na página da Coloproctologista Dra Giovana Zibetti. 
#coloproctologia #proctologia
#prevençãocâncerdeintestino #prevençãocâncerdecolon #colonoscopia
Ok! Também concordo que o preparo é péssimo, mas a importância que esse exame tem para a prevenção do câncer e para nós com doença inflamatória intestinal, deve superar nosso medo e antipatia pela colonoscopia. #farmaleachousaude  #farmaleachoudii  #conscientizardii  #doençasinflamatoriasintestinais  #doençadecrohn  #retocoliteulcerativa  "O que é pior que a colonoscopia? CÂNCER. Procure um coloproctologista e faça sua colonoscopia de prevenção di câncer de intestino." Informação compartilhada na página da Coloproctologista Dra Giovana Zibetti. #coloproctologia  #proctologia  #prevençãocâncerdeintestino  #prevençãocâncerdecolon  #colonoscopia 
@Regrann from @farmale -  Meu nome é Alessandra e FarmAle é a união do Farm (farmacêutica) com Ale😊. Sou mãe de uma menina sorridente, e um gato🐱 muito "tagarela" que fazem meus dias completos, felizes e corridos! Meu marido é meu companheiro com uma paciência e bom humor inexplicáveis!👨‍👩‍👦
Farmacêutica💊 Mestre em Biociências Nucleares.
Tenho doença de Crohn e #espondiloartrite associada. Compartilho nformações sobre essas as #DII.
Amo💓 Atenção #Farmacêutica e a utilizo para #empoderarpacientes, conscientizando sobre sua condição e tratamentos.
✔Sou voluntária da @alemdii - Associação do Leste Mineiro de Portadores de DII.
✔Colunista do blog @artritereumatoide.
✔Parceira do Projeto de Gastronomia na Promoção da Saúde da faculdade de #Gastronomia da UFRJ.
Realizo encontros (#EncontroFarmale )para pacientes sempre com a presença de profissionais experientes em doenças inflamatórias intestinais.
📩E-mail: farmaleachou@gmail.com
✅Meu Blog 👉www.farmale.com.br
✅Página 👉 www.facebook.com/FarmaleAchou
✅Twitter 👉 Farmale

#conscientizardii #FarmaleAchou  #doençadecrohn #retocoliteulcerativa #farmaleachoudii #advocacy #empoderarpacientes #farmaleempodera #crohnsdisease #ulcerativecolitis #crohns #colitis #atençãofarmacêutica #volutariado #conscientizarostomia #ostomy #farmaciacomamor - #regrann
@Regrann from @farmale - Meu nome é Alessandra e FarmAle é a união do Farm (farmacêutica) com Ale😊. Sou mãe de uma menina sorridente, e um gato🐱 muito "tagarela" que fazem meus dias completos, felizes e corridos! Meu marido é meu companheiro com uma paciência e bom humor inexplicáveis!👨‍👩‍👦 Farmacêutica💊 Mestre em Biociências Nucleares. Tenho doença de Crohn e #espondiloartrite  associada. Compartilho nformações sobre essas as #DII . Amo💓 Atenção #Farmacêutica  e a utilizo para #empoderarpacientes , conscientizando sobre sua condição e tratamentos. ✔Sou voluntária da @alemdii - Associação do Leste Mineiro de Portadores de DII. ✔Colunista do blog @artritereumatoide. ✔Parceira do Projeto de Gastronomia na Promoção da Saúde da faculdade de #Gastronomia  da UFRJ. Realizo encontros (#EncontroFarmale  )para pacientes sempre com a presença de profissionais experientes em doenças inflamatórias intestinais. 📩E-mail: farmaleachou@gmail.com ✅Meu Blog 👉www.farmale.com.br ✅Página 👉 www.facebook.com/FarmaleAchou ✅Twitter 👉 Farmale #conscientizardii  #FarmaleAchou  #doençadecrohn  #retocoliteulcerativa  #farmaleachoudii  #advocacy  #empoderarpacientes  #farmaleempodera  #crohnsdisease  #ulcerativecolitis  #crohns  #colitis  #atençãofarmacêutica  #volutariado  #conscientizarostomia  #ostomy  #farmaciacomamor  - #regrann 
@Regrann from @farmale -  Sociedade Brasileira de Coloproctologia alerta que, apesar de não terem cura, quando tratadas adequadamente, há melhora significativa na qualidade de vida dos pacientes e no controle terapêutico, diminuindo-se o índice de complicações

Durante o mês de maio, a Sociedade Brasileira de Coloproctologia (SBCP), juntamente com outras Sociedades que se dedicam às doenças do aparelho digestivo – como Grupo de Estudos da Doença Inflamatória do Brasil (#GEDIIB), Federação Brasileira de Gastroenterologia (#FBG), Sociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva (#Sobed) e Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva (#CBCD) – participa do #MaioRoxo, campanha para conscientizar sobre as doenças inflamatórias intestinais. No Portal da Coloproctologia (http://portaldacoloproctologia.com.br) e na página da Sociedade no Facebook (https://www.facebook.com/portalcoloprocto), o público leigo obterá informações e dicas sobre a #doençadeCrohn e a #retocoliteulcerativa.

Ainda sem causa comprovada, as #doençasinflamatóriasintestinais (#DII) podem estar ligadas a fatores hereditários e imunológicos, podendo ser agravadas pelos hábitos de vida. Atingem ambos os sexos indistintamente e o diagnóstico acontece geralmente por volta da terceira década de vida. “As DII acometem principalmente jovens, em plena atividade, limitando temporária ou definitivamente suas ocupações habituais, influenciando o comportamento na escola, no trabalho, no relacionamento social e familiar, na autoimagem e na atividade sexual. Não possuem cura, estando relacionadas ao sistema imunológico e genético, mas o diagnóstico precoce e o tratamento podem permitir seu controle e proporcionar melhor qualidade de vida aos pacientes, que podem até vir a ficar completamente assintomáticos”, afirma a presidente da SBCP, Dra. Maria Cristina Sartor.

Ambas as formas da doença podem ter manifestações extraintestinais, como problemas oculares, articulares, pele, vias biliares e fígado. Nestes últimos, muitas vezes há necessidade de transplantes do fígado. Na dependência das características dos sintomas, especialmente sangramento, podem ser confundidas com #hemorroidas.

CONTINUA NOS COMENTÁRIOS👇 - #regrann
@Regrann from @farmale - Sociedade Brasileira de Coloproctologia alerta que, apesar de não terem cura, quando tratadas adequadamente, há melhora significativa na qualidade de vida dos pacientes e no controle terapêutico, diminuindo-se o índice de complicações Durante o mês de maio, a Sociedade Brasileira de Coloproctologia (SBCP), juntamente com outras Sociedades que se dedicam às doenças do aparelho digestivo – como Grupo de Estudos da Doença Inflamatória do Brasil (#GEDIIB ), Federação Brasileira de Gastroenterologia (#FBG ), Sociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva (#Sobed ) e Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva (#CBCD ) – participa do #MaioRoxo , campanha para conscientizar sobre as doenças inflamatórias intestinais. No Portal da Coloproctologia (http://portaldacoloproctologia.com.br) e na página da Sociedade no Facebook (https://www.facebook.com/portalcoloprocto), o público leigo obterá informações e dicas sobre a #doençadeCrohn  e a #retocoliteulcerativa . Ainda sem causa comprovada, as #doençasinflamatóriasintestinais  (#DII ) podem estar ligadas a fatores hereditários e imunológicos, podendo ser agravadas pelos hábitos de vida. Atingem ambos os sexos indistintamente e o diagnóstico acontece geralmente por volta da terceira década de vida. “As DII acometem principalmente jovens, em plena atividade, limitando temporária ou definitivamente suas ocupações habituais, influenciando o comportamento na escola, no trabalho, no relacionamento social e familiar, na autoimagem e na atividade sexual. Não possuem cura, estando relacionadas ao sistema imunológico e genético, mas o diagnóstico precoce e o tratamento podem permitir seu controle e proporcionar melhor qualidade de vida aos pacientes, que podem até vir a ficar completamente assintomáticos”, afirma a presidente da SBCP, Dra. Maria Cristina Sartor. Ambas as formas da doença podem ter manifestações extraintestinais, como problemas oculares, articulares, pele, vias biliares e fígado. Nestes últimos, muitas vezes há necessidade de transplantes do fígado. Na dependência das características dos sintomas, especialmente sangramento, podem ser confundidas com #hemorroidas . CONTINUA NOS COMENTÁRIOS👇 - #regrann 
Sociedade Brasileira de Coloproctologia alerta que, apesar de não terem cura, quando tratadas adequadamente, há melhora significativa na qualidade de vida dos pacientes e no controle terapêutico, diminuindo-se o índice de complicações

Durante o mês de maio, a Sociedade Brasileira de Coloproctologia (SBCP), juntamente com outras Sociedades que se dedicam às doenças do aparelho digestivo – como Grupo de Estudos da Doença Inflamatória do Brasil (#GEDIIB), Federação Brasileira de Gastroenterologia (#FBG), Sociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva (#Sobed) e Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva (#CBCD) – participa do #MaioRoxo, campanha para conscientizar sobre as doenças inflamatórias intestinais. No Portal da Coloproctologia (http://portaldacoloproctologia.com.br) e na página da Sociedade no Facebook (https://www.facebook.com/portalcoloprocto), o público leigo obterá informações e dicas sobre a #doençadeCrohn e a #retocoliteulcerativa.

Ainda sem causa comprovada, as #doençasinflamatóriasintestinais (#DII) podem estar ligadas a fatores hereditários e imunológicos, podendo ser agravadas pelos hábitos de vida. Atingem ambos os sexos indistintamente e o diagnóstico acontece geralmente por volta da terceira década de vida. “As DII acometem principalmente jovens, em plena atividade, limitando temporária ou definitivamente suas ocupações habituais, influenciando o comportamento na escola, no trabalho, no relacionamento social e familiar, na autoimagem e na atividade sexual. Não possuem cura, estando relacionadas ao sistema imunológico e genético, mas o diagnóstico precoce e o tratamento podem permitir seu controle e proporcionar melhor qualidade de vida aos pacientes, que podem até vir a ficar completamente assintomáticos”, afirma a presidente da SBCP, Dra. Maria Cristina Sartor.

Ambas as formas da doença podem ter manifestações extraintestinais, como problemas oculares, articulares, pele, vias biliares e fígado. Nestes últimos, muitas vezes há necessidade de transplantes do fígado. Na dependência das características dos sintomas, especialmente sangramento, podem ser confundidas com #hemorroidas.

CONTINUA NOS COMENTÁRIOS👇
Sociedade Brasileira de Coloproctologia alerta que, apesar de não terem cura, quando tratadas adequadamente, há melhora significativa na qualidade de vida dos pacientes e no controle terapêutico, diminuindo-se o índice de complicações Durante o mês de maio, a Sociedade Brasileira de Coloproctologia (SBCP), juntamente com outras Sociedades que se dedicam às doenças do aparelho digestivo – como Grupo de Estudos da Doença Inflamatória do Brasil (#GEDIIB ), Federação Brasileira de Gastroenterologia (#FBG ), Sociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva (#Sobed ) e Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva (#CBCD ) – participa do #MaioRoxo , campanha para conscientizar sobre as doenças inflamatórias intestinais. No Portal da Coloproctologia (http://portaldacoloproctologia.com.br) e na página da Sociedade no Facebook (https://www.facebook.com/portalcoloprocto), o público leigo obterá informações e dicas sobre a #doençadeCrohn  e a #retocoliteulcerativa . Ainda sem causa comprovada, as #doençasinflamatóriasintestinais  (#DII ) podem estar ligadas a fatores hereditários e imunológicos, podendo ser agravadas pelos hábitos de vida. Atingem ambos os sexos indistintamente e o diagnóstico acontece geralmente por volta da terceira década de vida. “As DII acometem principalmente jovens, em plena atividade, limitando temporária ou definitivamente suas ocupações habituais, influenciando o comportamento na escola, no trabalho, no relacionamento social e familiar, na autoimagem e na atividade sexual. Não possuem cura, estando relacionadas ao sistema imunológico e genético, mas o diagnóstico precoce e o tratamento podem permitir seu controle e proporcionar melhor qualidade de vida aos pacientes, que podem até vir a ficar completamente assintomáticos”, afirma a presidente da SBCP, Dra. Maria Cristina Sartor. Ambas as formas da doença podem ter manifestações extraintestinais, como problemas oculares, articulares, pele, vias biliares e fígado. Nestes últimos, muitas vezes há necessidade de transplantes do fígado. Na dependência das características dos sintomas, especialmente sangramento, podem ser confundidas com #hemorroidas . CONTINUA NOS COMENTÁRIOS👇
É madrugada e não consigo dormir. 
A dor de cabeça está tão forte já tomei tudo que podia. Mas a dor não melhora.
Aí vcs me perguntam o que tem a ver a foto da Bebel com minha reclamação. Essas fotos lindas me dão forças para lutar. 
Em um país que não pensa nos doentes.
Cada remédio que vou comprar não custa menos de 250,00...Pq sempre são remédios de última geração.
Tem horas que penso que a melhor solução seria eu deixar Bebel ser cuidada pelo pai, avós, padrinhos e tio e ir ficar junto ao Pai ( Deus).
Porque sempre proporcionar o melhor para nossos filhos e a maioria das vezes tiramos da gente para dar para eles e estou me sentindo tirando dela.
A minha revolta é com o preço dos remédios. E com um governo que não auxilia em nada.
#remedios #retocoliteulcerativa
#dsr #síndromedolorosacomplexaregional #dorcronica #distrofiasimpaticoreflexa
É madrugada e não consigo dormir. A dor de cabeça está tão forte já tomei tudo que podia. Mas a dor não melhora. Aí vcs me perguntam o que tem a ver a foto da Bebel com minha reclamação. Essas fotos lindas me dão forças para lutar. Em um país que não pensa nos doentes. Cada remédio que vou comprar não custa menos de 250,00...Pq sempre são remédios de última geração. Tem horas que penso que a melhor solução seria eu deixar Bebel ser cuidada pelo pai, avós, padrinhos e tio e ir ficar junto ao Pai ( Deus). Porque sempre proporcionar o melhor para nossos filhos e a maioria das vezes tiramos da gente para dar para eles e estou me sentindo tirando dela. A minha revolta é com o preço dos remédios. E com um governo que não auxilia em nada. #remedios  #retocoliteulcerativa  #dsr  #síndromedolorosacomplexaregional  #dorcronica  #distrofiasimpaticoreflexa 
Meu nome é Alessandra e FarmAle é a união do Farm (farmacêutica) com Ale😊. Sou mãe de uma menina sorridente, e um gato🐱 muito "tagarela" que fazem meus dias completos, felizes e corridos! Meu marido é meu companheiro com uma paciência e bom humor inexplicáveis!👨‍👩‍👦
Farmacêutica💊 Mestre em Biociências Nucleares.
Tenho doença de Crohn e #espondiloartrite associada. Compartilho nformações sobre essas as #DII.
Amo💓 Atenção #Farmacêutica e a utilizo para #empoderarpacientes, conscientizando sobre sua condição e tratamentos.
✔Sou voluntária da @alemdii - Associação do Leste Mineiro de Portadores de DII.
✔Colunista do blog @artritereumatoide.
✔Parceira do Projeto de Gastronomia na Promoção da Saúde da faculdade de #Gastronomia da UFRJ.
Realizo encontros (#EncontroFarmale )para pacientes sempre com a presença de profissionais experientes em doenças inflamatórias intestinais.
📩E-mail: farmaleachou@gmail.com
✅Meu Blog 👉www.farmale.com.br
✅Página 👉 www.facebook.com/FarmaleAchou
✅Twitter 👉 Farmale

#conscientizardii #FarmaleAchou  #doençadecrohn #retocoliteulcerativa #farmaleachoudii #advocacy #empoderarpacientes #farmaleempodera #crohnsdisease #ulcerativecolitis #crohns #colitis #atençãofarmacêutica #volutariado #conscientizarostomia #ostomy #farmaciacomamor
Meu nome é Alessandra e FarmAle é a união do Farm (farmacêutica) com Ale😊. Sou mãe de uma menina sorridente, e um gato🐱 muito "tagarela" que fazem meus dias completos, felizes e corridos! Meu marido é meu companheiro com uma paciência e bom humor inexplicáveis!👨‍👩‍👦 Farmacêutica💊 Mestre em Biociências Nucleares. Tenho doença de Crohn e #espondiloartrite  associada. Compartilho nformações sobre essas as #DII . Amo💓 Atenção #Farmacêutica  e a utilizo para #empoderarpacientes , conscientizando sobre sua condição e tratamentos. ✔Sou voluntária da @alemdii - Associação do Leste Mineiro de Portadores de DII. ✔Colunista do blog @artritereumatoide. ✔Parceira do Projeto de Gastronomia na Promoção da Saúde da faculdade de #Gastronomia  da UFRJ. Realizo encontros (#EncontroFarmale  )para pacientes sempre com a presença de profissionais experientes em doenças inflamatórias intestinais. 📩E-mail: farmaleachou@gmail.com ✅Meu Blog 👉www.farmale.com.br ✅Página 👉 www.facebook.com/FarmaleAchou ✅Twitter 👉 Farmale #conscientizardii  #FarmaleAchou  #doençadecrohn  #retocoliteulcerativa  #farmaleachoudii  #advocacy  #empoderarpacientes  #farmaleempodera  #crohnsdisease  #ulcerativecolitis  #crohns  #colitis  #atençãofarmacêutica  #volutariado  #conscientizarostomia  #ostomy  #farmaciacomamor 
Mito ou Verdade?
"A Doença Inflamatória Intestinal (DII) é causada por alergia a alimentos." MITO 😉. ↪A Doença Inflamatória Intestinal (DII) é causada por alergia a algum alimento❓
Não. Embora algumas pessoas tenham reações alérgicas a certos alimentos, nem a DC nem a RCU estão relacionadas à alergias alimentares. As pessoas portadoras de DII podem pensar que são alérgicas a certos alimentos porque associam os sintomas com a ingestão de alimentos.

A ingestão de alguns alimentos piora a inflamação da DII 🤔?
Não. Embora alguns tipos de alimentos possam agravar os sintomas dessas doenças, não há evidências de que a inflamação do intestino esteja diretamente relacionada.

Obviamente, qualquer alimento contaminado que possa levar à intoxicação ou disenteria agravará a #DII.

Existe uma dieta especial para portadores de DII 🤔?
Não existe uma #!dieta única ou um plano de alimentação que resolverá o problema de todos os portadores de DII. Recomendações de dietas devem ser feitas de forma individual.

A dieta precisa ser desenvolvida para cada pessoa, dependendo do tipo de doença e da parte do #intestino afetada.

Além disso, estas doenças não são estáticas; elas mudam com o tempo e os padrões de alimentação devem estar de acordo com essas mudanças.

O ponto-chave é buscar uma dieta equilibrada e saudável. Hábitos alimentares saudáveis são desejáveis para qualquer pessoa, mas eles são especialmente importantes para os portadores de DII.

Diminuir a quantidade de carboidratos mal digeridos pode reduzir sintomas como formação de #gases, estufamento abdominal, #cólicas e #diarreia em pacientes portadores de DII, mas isto não é o mesmo que diminuir a inflamação. 
Fonte 👉http://gediib.org.br/artigosL.php?post=13

#GEDIIB #DII #CROHN #RETOCOLITE #farmaleachoudii #conscientizardii #doençadecrohn #retocoliteulcerativa #empoderarpacientes #doençasinflamatoriasintestinais
Mito ou Verdade? "A Doença Inflamatória Intestinal (DII) é causada por alergia a alimentos." MITO 😉. ↪A Doença Inflamatória Intestinal (DII) é causada por alergia a algum alimento❓ Não. Embora algumas pessoas tenham reações alérgicas a certos alimentos, nem a DC nem a RCU estão relacionadas à alergias alimentares. As pessoas portadoras de DII podem pensar que são alérgicas a certos alimentos porque associam os sintomas com a ingestão de alimentos. A ingestão de alguns alimentos piora a inflamação da DII 🤔? Não. Embora alguns tipos de alimentos possam agravar os sintomas dessas doenças, não há evidências de que a inflamação do intestino esteja diretamente relacionada. Obviamente, qualquer alimento contaminado que possa levar à intoxicação ou disenteria agravará a #DII . Existe uma dieta especial para portadores de DII 🤔? Não existe uma #!dieta única ou um plano de alimentação que resolverá o problema de todos os portadores de DII. Recomendações de dietas devem ser feitas de forma individual. A dieta precisa ser desenvolvida para cada pessoa, dependendo do tipo de doença e da parte do #intestino  afetada. Além disso, estas doenças não são estáticas; elas mudam com o tempo e os padrões de alimentação devem estar de acordo com essas mudanças. O ponto-chave é buscar uma dieta equilibrada e saudável. Hábitos alimentares saudáveis são desejáveis para qualquer pessoa, mas eles são especialmente importantes para os portadores de DII. Diminuir a quantidade de carboidratos mal digeridos pode reduzir sintomas como formação de #gases , estufamento abdominal, #cólicas  e #diarreia  em pacientes portadores de DII, mas isto não é o mesmo que diminuir a inflamação. Fonte 👉http://gediib.org.br/artigosL.php?post=13 #GEDIIB  #DII  #CROHN  #RETOCOLITE  #farmaleachoudii  #conscientizardii  #doençadecrohn  #retocoliteulcerativa  #empoderarpacientes  #doençasinflamatoriasintestinais 
#farmaleachouostomia

Você sabe o que significa ser uma pessoa #ostomizada? Para viver, elas dependem da bolsa de #colostomia (intestino grosso), de #ileostomia (intestino delgado) ou #urostomia (criação de um trajeto de drenagem da urina), que podem se tornar necessárias, temporária ou permanentemente, em casos de #câncerdeintestino, de cólon e de reto, #doençasinflamatóriasintestinais, #doençadeCrohn, complicações em casos de acidente de carros ou ferimento causados por armas.

Para quem utiliza algum tipo de bolsa, atitudes corriqueiras, como andar de ônibus, podem se revelar extremamente constrangedoras e embaraçosas. As situações desconfortáveis acontecem até mesmo dentro de casa, entre os familiares e amigos.

Quem fala sobre essa realidade é a presidente da Associação de Ostomizados de Mato Grosso do Sul, a auxiliar de administrativo Lana Maria Flores da Costa, 55 anos. Ela foi ostomizada há 19 anos, após tratar de um câncer no reto, e relata como até hoje os pacientes sofrem para aceitar a condição. “As pessoas chegam chorando, dizendo que não acham certo conviver com essa bolsa de dejetos no corpo”, diz Lana. “Eu respondo que ninguém quer viver com isso, mas é melhor viver assim ou estar abaixo de sete palmos?”, indaga.

Quando foi ostomizada, a própria Lana teve momentos de desespero, e precisou de apoio e assistência. “O médico me falou: 'Lana, você vai entrar em cirurgia e talvez saia dela com a bolsa'. Eu acordei depois da operação e a primeira coisa que fiz foi colocar a mão [na barriga]. Aí pensei: 'fiquei, né?'”, recorda. “Eu pensei que ia morrer mesmo”. Foi ao descobrir uma associação de ostomizados, na cidade onde morava, no Rio de Janeiro, que ela encontrou as forças para seguir em frente. “Quando eu cheguei na associação e eu vi as pessoas falando que viviam com a bolsa há 5, 10, 15 anos, aí sim eu levantei e pensei 'agora eu vou sair dessa'”. A Associação de MS atende cerca de 1.450 pessoas em todo o Estado e oferece suporte psicológico e emocional para quem ainda está aprendendo a conviver com a nova realidade. É a ajuda necessária para que os pacientes não desistam da própria vida.

CONTINUA NOS COMENTÁRIOS👇
#farmaleachouostomia  Você sabe o que significa ser uma pessoa #ostomizada ? Para viver, elas dependem da bolsa de #colostomia  (intestino grosso), de #ileostomia  (intestino delgado) ou #urostomia  (criação de um trajeto de drenagem da urina), que podem se tornar necessárias, temporária ou permanentemente, em casos de #câncerdeintestino , de cólon e de reto, #doençasinflamatóriasintestinais , #doençadeCrohn , complicações em casos de acidente de carros ou ferimento causados por armas. Para quem utiliza algum tipo de bolsa, atitudes corriqueiras, como andar de ônibus, podem se revelar extremamente constrangedoras e embaraçosas. As situações desconfortáveis acontecem até mesmo dentro de casa, entre os familiares e amigos. Quem fala sobre essa realidade é a presidente da Associação de Ostomizados de Mato Grosso do Sul, a auxiliar de administrativo Lana Maria Flores da Costa, 55 anos. Ela foi ostomizada há 19 anos, após tratar de um câncer no reto, e relata como até hoje os pacientes sofrem para aceitar a condição. “As pessoas chegam chorando, dizendo que não acham certo conviver com essa bolsa de dejetos no corpo”, diz Lana. “Eu respondo que ninguém quer viver com isso, mas é melhor viver assim ou estar abaixo de sete palmos?”, indaga. Quando foi ostomizada, a própria Lana teve momentos de desespero, e precisou de apoio e assistência. “O médico me falou: 'Lana, você vai entrar em cirurgia e talvez saia dela com a bolsa'. Eu acordei depois da operação e a primeira coisa que fiz foi colocar a mão [na barriga]. Aí pensei: 'fiquei, né?'”, recorda. “Eu pensei que ia morrer mesmo”. Foi ao descobrir uma associação de ostomizados, na cidade onde morava, no Rio de Janeiro, que ela encontrou as forças para seguir em frente. “Quando eu cheguei na associação e eu vi as pessoas falando que viviam com a bolsa há 5, 10, 15 anos, aí sim eu levantei e pensei 'agora eu vou sair dessa'”. A Associação de MS atende cerca de 1.450 pessoas em todo o Estado e oferece suporte psicológico e emocional para quem ainda está aprendendo a conviver com a nova realidade. É a ajuda necessária para que os pacientes não desistam da própria vida. CONTINUA NOS COMENTÁRIOS👇
Café da manhã de quem acordou atrasada pra trabalhar no feriado! 😥
1 ovo + 1 clara e um ☕ pra dar um "up"! #bomdia #freeday #cafédamanhã #desjejum #cuidandodasaude #rcu #dii  #retocoliteulcerativa #intoleranciaalactose #foconadieta #foconoobjetivo #musasfocadas #alimentacaosaudavel #reeducaçãoalimentar #healthylifestyle #desafioomelhordemim #60npb
Já respondeu? Tá esperando o quê? Última semana! Corre lá que ainda dá tempo. Participe!

www.abcd.org.br/jornada

#abcd #doençadecrohn #uc #retocoliteulcerativa #ibd #maioroxo #brasil #doencainflamatoriaintestinal #crohnsdisease
@abcd.org.br
Olá pessoal!!! Eu sou Andressa e trato doença de Cronh à quase 5 anos e neste período apareceu fístulas perianais e vaginais fui submetida à 12 cirurgias de limpeza e hoje tem 15 dias da última que fiz... Noticia boa... Tirei outro dreno agora estou com um pois estive com 3 drenos ao redor dos genitais por anos. Sofrimentos dores corridas ao banheiro perda de fezes... Só quem passa entende. Em torno de 15 à 20 vezes durante o dia e à noite entre 4 à 5 vezes. Qndo não tinha nada pra sair saia apenas muco e muita dor.
Fiz uso de todos os medicamentos possíveis e sem sucesso. O corticoide por um tempo me ajudou depois não mais... Passando disso fui pro biológico infliximabe onde usei por 2 anos e meio e as fístulas só aumentava foi ai que descobri o transplante (2015) em São José do Rio Preto na clínica Dr Kaise e Dr Milton uns amores verdadeiros anjos que me indicaram o humira 15/15 dias uma ampola antes de fazer o transplante mas em dois meses de uso já fechou uma fístula e sendo retirado um dreno. Eu moro no Rio Grande do Sul sendo assim esperei e não voltei pra fazer o transplante também por motivos financeiros e visto a melhora esperei. 
E em junho de 2016 Conheci um naturopata de Manaus e desde então sigo o protocolo de alimentação saudável; confesso que comecei duvidosa pois o sofrimento frustra muito a gente. Bom o que quero dizer com isso que na primeira semana de tratamento natural já sessaram as dores e a diarréia junto. Claro que as fezes continua pastosa mas o tratamento é apenas substituir os industrializados por naturais suco verde pela manhã e cuidados básicos e simples. Por motivo do governo fiquei sem a injeção e adivinha... As dores não voltaram. As idas ao banheiro passou para no máximo 4/5 vezes ao dia e à noite nem acordo. Contrariando meu médico de Porto Alegre que insiste em dizer que a doença está ativa  eu prefiro acreditar naquilo que sinto. Estou bem graças à Deus primeiramente porque ele nos apresenta pessoas que nos ajudam e nos fortalece. Rumo à remissão. Espero por mais notícias boas para voltar a relatar para vocês.  CONTINUA NOS COMENTÁRIOS 👇
Olá pessoal!!! Eu sou Andressa e trato doença de Cronh à quase 5 anos e neste período apareceu fístulas perianais e vaginais fui submetida à 12 cirurgias de limpeza e hoje tem 15 dias da última que fiz... Noticia boa... Tirei outro dreno agora estou com um pois estive com 3 drenos ao redor dos genitais por anos. Sofrimentos dores corridas ao banheiro perda de fezes... Só quem passa entende. Em torno de 15 à 20 vezes durante o dia e à noite entre 4 à 5 vezes. Qndo não tinha nada pra sair saia apenas muco e muita dor. Fiz uso de todos os medicamentos possíveis e sem sucesso. O corticoide por um tempo me ajudou depois não mais... Passando disso fui pro biológico infliximabe onde usei por 2 anos e meio e as fístulas só aumentava foi ai que descobri o transplante (2015) em São José do Rio Preto na clínica Dr Kaise e Dr Milton uns amores verdadeiros anjos que me indicaram o humira 15/15 dias uma ampola antes de fazer o transplante mas em dois meses de uso já fechou uma fístula e sendo retirado um dreno. Eu moro no Rio Grande do Sul sendo assim esperei e não voltei pra fazer o transplante também por motivos financeiros e visto a melhora esperei. E em junho de 2016 Conheci um naturopata de Manaus e desde então sigo o protocolo de alimentação saudável; confesso que comecei duvidosa pois o sofrimento frustra muito a gente. Bom o que quero dizer com isso que na primeira semana de tratamento natural já sessaram as dores e a diarréia junto. Claro que as fezes continua pastosa mas o tratamento é apenas substituir os industrializados por naturais suco verde pela manhã e cuidados básicos e simples. Por motivo do governo fiquei sem a injeção e adivinha... As dores não voltaram. As idas ao banheiro passou para no máximo 4/5 vezes ao dia e à noite nem acordo. Contrariando meu médico de Porto Alegre que insiste em dizer que a doença está ativa eu prefiro acreditar naquilo que sinto. Estou bem graças à Deus primeiramente porque ele nos apresenta pessoas que nos ajudam e nos fortalece. Rumo à remissão. Espero por mais notícias boas para voltar a relatar para vocês.  CONTINUA NOS COMENTÁRIOS 👇
Bom diaaa segunda feira! 🤗
Café da manhã:  Suco verde
🔹1 folha de couve
🔹1 fatia de abacaxi
🔹1 cs de gengibre em pó
🔹1 cs de chia
🔹1g de spirulina
E 1 ovo + 1 clara 👌😋
#bomdia #desjejum #cafédamanhã #cuidandodasaude #rcu #dii #retocoliteulcerativa #intoleranciaalactose #foconadieta #foconoobjetivo #detox #sucodetox #sucoverde #lowcarb #alimentacaosaudavel #reeducaçãoalimentar #healthylifestyle #60npb #desafioomelhordemim
E vc, sabe cuidar do seu intestino?
Hoje, página de Saúde do jornal A Tribuna , a importância da nossa saúde intestinal e algumas informações sobre Doença de Crohn e Retocolite.
Procure um Gastroenterologista! #gastro #gastroenterologia #gastroenterology #intestino #microbiota #dii #fbg #ibd #inflammatoryboweldisease #crohn #crohndisease #doencadecrohn #retocolite #retocoliteulcerativa #ulcerativecolitis #doencainflamatoriaintestinal
TENHO DII, PRECISO ME PREOCUPAR MEU PESO?

Sim! É fundamental que o paciente com DII tenha um peso adequado para sua idade e altura.  É muito comum observar pacientes com baixo peso,  especialmente na doença de Crohn, onde muitas vezes a absorção de nutrientes pode estar comprometida. Por outro lado, está cada vez maior o número de casos de excesso de peso em DII, especialmente em RCU. Ambas as situações são prejudiciais. O baixo peso é sugestivo da falta de nutrientes no organismo, comprometendo seu funcionamento e também o sistema imune, que é quem protege o organismo de infecções. A ação dos medicamentos também pode ser prejudicada, visto que muitas doses são determinadas de acordo com o peso corporal. Já o excesso de peso está associado com o aumento da gordura corporal.  Essa gordura é capaz de aumentar a inflamação e contribuir para o surgimento de outras doenças como as cardiovasculares e artrites. Além disso, o uso de corticóides, que aumentam muito o apetite,  pode levar a significativo ganho de peso como efeito colateral e deve ser vigiado.
Cuide de seu peso e de sua saúde!!
#dii #ibd #doençadecrohn #crohnsdisease #retocoliteulcerativa #ulcerativecolitis #nutrição #gastroenterologia #nutriçãoemdii
TENHO DII, PRECISO ME PREOCUPAR MEU PESO? Sim! É fundamental que o paciente com DII tenha um peso adequado para sua idade e altura. É muito comum observar pacientes com baixo peso, especialmente na doença de Crohn, onde muitas vezes a absorção de nutrientes pode estar comprometida. Por outro lado, está cada vez maior o número de casos de excesso de peso em DII, especialmente em RCU. Ambas as situações são prejudiciais. O baixo peso é sugestivo da falta de nutrientes no organismo, comprometendo seu funcionamento e também o sistema imune, que é quem protege o organismo de infecções. A ação dos medicamentos também pode ser prejudicada, visto que muitas doses são determinadas de acordo com o peso corporal. Já o excesso de peso está associado com o aumento da gordura corporal. Essa gordura é capaz de aumentar a inflamação e contribuir para o surgimento de outras doenças como as cardiovasculares e artrites. Além disso, o uso de corticóides, que aumentam muito o apetite, pode levar a significativo ganho de peso como efeito colateral e deve ser vigiado. Cuide de seu peso e de sua saúde!! #dii  #ibd  #doençadecrohn  #crohnsdisease  #retocoliteulcerativa  #ulcerativecolitis  #nutrição  #gastroenterologia  #nutriçãoemdii 
@Regrann from @farmale -  #farmaleachoudii

Brasileiros atribuem #inflamaçõesintestinais a “vermes” ou “viroses”

Sintomas como #diarreias, dores e sangramentos podem indicar doenças cada vez mais crescentes na América Latina

Aproximadamente dois terços dos brasileiros associam diarreias e dores de barriga, mesmo que frequentes, a fatores generalizados, como vermes, viroses, nervosismo ou alimentos mal-preparados. Apenas 6% da população estava alerta para causas mais graves: #câncer e doenças inflamatórias, como a #RetocoliteUlcerativa e a #DoençadeCrohn

Além disso, cerca de 25 milhões de brasileiros apresentam os sintomas citados frequentemente, sendo que os tratamentos mais comuns são: medicamentos caseiros (38%), ir aos postos de #saúde (27%) ou ingerir remédios sem prescrição médica (25%). Os dados são de recente pesquisa realizada pelo instituto Datafolha.

Essa falta de conhecimento sobre os #problemasintestinais pode ser muito grave, num contexto em que as doenças inflamatórias crescem a cada ano na América Latina. Em evento realizado em São Paulo, o especialista mexicano Jesús Yamamoto, presidente da organização pan-americana de combate às #DII’s (#Pancco), afirmou que os índices das doenças vêm aumentando muito em países como México, Brasil, Argentina e Chile. “Dados de hospitais de diversos países latino-americanos mostram que o problema está se estendendo a lugares onde antes eram irrelevantes”, afirmou. No hospital em que trabalha, os aumentos são constantes a cada ano.

DII’s

Os dois principais casos de #doençasinflamatóriasintestinais são a Doença de Crohn e a Retocolite Ulcerativa. A primeira normalmente forma úlceras na transição entre os intestinos delgado e grosso, podendo causar sangramentos, anemia e bolsas que acumulam pus. Frequentemente diagnosticada entre jovens, tem como sintomas cólicas, perda de peso, diarreias e febre.

Já a Retocolite Ulcerativa envolve a formação de úlceras no reto e no cólon, sendo marcada por diarreias, dores abdominais, sangramentos retais e urgência para evacuar.

O motivo para o surgimento das doenças ainda não é conhecido, embora elas sejam mais comuns em locais desenvolvidos economicamente. CONTINUA NOS C
@Regrann from @farmale - #farmaleachoudii  Brasileiros atribuem #inflamaçõesintestinais  a “vermes” ou “viroses” Sintomas como #diarreias , dores e sangramentos podem indicar doenças cada vez mais crescentes na América Latina Aproximadamente dois terços dos brasileiros associam diarreias e dores de barriga, mesmo que frequentes, a fatores generalizados, como vermes, viroses, nervosismo ou alimentos mal-preparados. Apenas 6% da população estava alerta para causas mais graves: #câncer  e doenças inflamatórias, como a #RetocoliteUlcerativa  e a #DoençadeCrohn  Além disso, cerca de 25 milhões de brasileiros apresentam os sintomas citados frequentemente, sendo que os tratamentos mais comuns são: medicamentos caseiros (38%), ir aos postos de #saúde  (27%) ou ingerir remédios sem prescrição médica (25%). Os dados são de recente pesquisa realizada pelo instituto Datafolha. Essa falta de conhecimento sobre os #problemasintestinais  pode ser muito grave, num contexto em que as doenças inflamatórias crescem a cada ano na América Latina. Em evento realizado em São Paulo, o especialista mexicano Jesús Yamamoto, presidente da organização pan-americana de combate às #DII ’s (#Pancco ), afirmou que os índices das doenças vêm aumentando muito em países como México, Brasil, Argentina e Chile. “Dados de hospitais de diversos países latino-americanos mostram que o problema está se estendendo a lugares onde antes eram irrelevantes”, afirmou. No hospital em que trabalha, os aumentos são constantes a cada ano. DII’s Os dois principais casos de #doençasinflamatóriasintestinais  são a Doença de Crohn e a Retocolite Ulcerativa. A primeira normalmente forma úlceras na transição entre os intestinos delgado e grosso, podendo causar sangramentos, anemia e bolsas que acumulam pus. Frequentemente diagnosticada entre jovens, tem como sintomas cólicas, perda de peso, diarreias e febre. Já a Retocolite Ulcerativa envolve a formação de úlceras no reto e no cólon, sendo marcada por diarreias, dores abdominais, sangramentos retais e urgência para evacuar. O motivo para o surgimento das doenças ainda não é conhecido, embora elas sejam mais comuns em locais desenvolvidos economicamente. CONTINUA NOS C
A prática de exercícios físicos é uma dúvida muito comum dos pacientes com DIIs. Poucos estudos até o momento avaliaram o impacto das atividades físicas sobre a doença intestinal. Porém, alguns estudos demonstram melhora da qualidade de vida e redução dos sintomas intestinais. Acredita-se que o exercício físico melhore a resposta imunológica, além de ter impacto no estado psicológico e nutricional do paciente. Além disso, atua no ganho de massa muscular e óssea, que são comprometidos pela má absorção intestinal. Atualmente, recomenda-se a pratica regular de atividade física de leve a moderada intensidade, como fator adjuvante ao tratamento medicamentoso. #crohns #retocoliteulcerativa #ulcerativecolitis #maladiedecrohn #eii #dii #ibd
A prática de exercícios físicos é uma dúvida muito comum dos pacientes com DIIs. Poucos estudos até o momento avaliaram o impacto das atividades físicas sobre a doença intestinal. Porém, alguns estudos demonstram melhora da qualidade de vida e redução dos sintomas intestinais. Acredita-se que o exercício físico melhore a resposta imunológica, além de ter impacto no estado psicológico e nutricional do paciente. Além disso, atua no ganho de massa muscular e óssea, que são comprometidos pela má absorção intestinal. Atualmente, recomenda-se a pratica regular de atividade física de leve a moderada intensidade, como fator adjuvante ao tratamento medicamentoso. #crohns  #retocoliteulcerativa  #ulcerativecolitis  #maladiedecrohn  #eii  #dii  #ibd 
Fui convidada para contar a minha vivência com a doença de Crohn e ainda recebo esse mimo delicioso, lindo e cheio de cuidado. O cupcake é sem glúten, sem lactose e com baixa adição de açúcar. 
Queridas guerreiras do RecomeçAR-RJ @recomecarrj ,  muito obrigada pelo carinho e pela amizade! Fiquei muito orgulhosa de participar do Simpósio de Espondilite Anquilosante e Doenças Inflamatórias Intestinais. Excelentes palestrantes e organização também. Admiro imensamente o trabalho de vocês, são uma inspiração para mim. Sempre trabalharam voluntariamente, com dedicação mesmo antes da conquista da formalização da associação com o CNPJ, que era só um pequeno detalhe que faltava para que vocês conquistem e realizem muito mais! Parabéns! 
#Recomeçarrj
#farmaleachoureumato 
#VoluntariadoÉAmor
#empoderarpacientes #espondiliteanquilosante #doençasinflamatoriasintestinais #doençadecrohn #retocoliteulcerativa
#benefitbolos #semgluten  #semlactose 💜 #MaioRoxo2017 nao acaba! Conscientização todos os dias! #conscientizardii 💜
Fui convidada para contar a minha vivência com a doença de Crohn e ainda recebo esse mimo delicioso, lindo e cheio de cuidado. O cupcake é sem glúten, sem lactose e com baixa adição de açúcar. Queridas guerreiras do RecomeçAR-RJ @recomecarrj , muito obrigada pelo carinho e pela amizade! Fiquei muito orgulhosa de participar do Simpósio de Espondilite Anquilosante e Doenças Inflamatórias Intestinais. Excelentes palestrantes e organização também. Admiro imensamente o trabalho de vocês, são uma inspiração para mim. Sempre trabalharam voluntariamente, com dedicação mesmo antes da conquista da formalização da associação com o CNPJ, que era só um pequeno detalhe que faltava para que vocês conquistem e realizem muito mais! Parabéns! #Recomeçarrj  #farmaleachoureumato  #VoluntariadoÉAmor  #empoderarpacientes  #espondiliteanquilosante  #doençasinflamatoriasintestinais  #doençadecrohn  #retocoliteulcerativa  #benefitbolos  #semgluten  #semlactose  💜 #MaioRoxo2017  nao acaba! Conscientização todos os dias! #conscientizardii  💜
#farmaleachoudii

Brasileiros atribuem #inflamaçõesintestinais a “vermes” ou “viroses”

Sintomas como #diarreias, dores e sangramentos podem indicar doenças cada vez mais crescentes na América Latina

Aproximadamente dois terços dos brasileiros associam diarreias e dores de barriga, mesmo que frequentes, a fatores generalizados, como vermes, viroses, nervosismo ou alimentos mal-preparados. Apenas 6% da população estava alerta para causas mais graves: #câncer e doenças inflamatórias, como a #RetocoliteUlcerativa e a #DoençadeCrohn

Além disso, cerca de 25 milhões de brasileiros apresentam os sintomas citados frequentemente, sendo que os tratamentos mais comuns são: medicamentos caseiros (38%), ir aos postos de #saúde (27%) ou ingerir remédios sem prescrição médica (25%). Os dados são de recente pesquisa realizada pelo instituto Datafolha.

Essa falta de conhecimento sobre os #problemasintestinais pode ser muito grave, num contexto em que as doenças inflamatórias crescem a cada ano na América Latina. Em evento realizado em São Paulo, o especialista mexicano Jesús Yamamoto, presidente da organização pan-americana de combate às #DII’s (#Pancco), afirmou que os índices das doenças vêm aumentando muito em países como México, Brasil, Argentina e Chile. “Dados de hospitais de diversos países latino-americanos mostram que o problema está se estendendo a lugares onde antes eram irrelevantes”, afirmou. No hospital em que trabalha, os aumentos são constantes a cada ano.

DII’s

Os dois principais casos de #doençasinflamatóriasintestinais são a Doença de Crohn e a Retocolite Ulcerativa. A primeira normalmente forma úlceras na transição entre os intestinos delgado e grosso, podendo causar sangramentos, anemia e bolsas que acumulam pus. Frequentemente diagnosticada entre jovens, tem como sintomas cólicas, perda de peso, diarreias e febre.

Já a Retocolite Ulcerativa envolve a formação de úlceras no reto e no cólon, sendo marcada por diarreias, dores abdominais, sangramentos retais e urgência para evacuar.

O motivo para o surgimento das doenças ainda não é conhecido, embora elas sejam mais comuns em locais desenvolvidos economicamente. CONTINUA NOS COMENTÁRIOS 👇
#farmaleachoudii  Brasileiros atribuem #inflamaçõesintestinais  a “vermes” ou “viroses” Sintomas como #diarreias , dores e sangramentos podem indicar doenças cada vez mais crescentes na América Latina Aproximadamente dois terços dos brasileiros associam diarreias e dores de barriga, mesmo que frequentes, a fatores generalizados, como vermes, viroses, nervosismo ou alimentos mal-preparados. Apenas 6% da população estava alerta para causas mais graves: #câncer  e doenças inflamatórias, como a #RetocoliteUlcerativa  e a #DoençadeCrohn  Além disso, cerca de 25 milhões de brasileiros apresentam os sintomas citados frequentemente, sendo que os tratamentos mais comuns são: medicamentos caseiros (38%), ir aos postos de #saúde  (27%) ou ingerir remédios sem prescrição médica (25%). Os dados são de recente pesquisa realizada pelo instituto Datafolha. Essa falta de conhecimento sobre os #problemasintestinais  pode ser muito grave, num contexto em que as doenças inflamatórias crescem a cada ano na América Latina. Em evento realizado em São Paulo, o especialista mexicano Jesús Yamamoto, presidente da organização pan-americana de combate às #DII ’s (#Pancco ), afirmou que os índices das doenças vêm aumentando muito em países como México, Brasil, Argentina e Chile. “Dados de hospitais de diversos países latino-americanos mostram que o problema está se estendendo a lugares onde antes eram irrelevantes”, afirmou. No hospital em que trabalha, os aumentos são constantes a cada ano. DII’s Os dois principais casos de #doençasinflamatóriasintestinais  são a Doença de Crohn e a Retocolite Ulcerativa. A primeira normalmente forma úlceras na transição entre os intestinos delgado e grosso, podendo causar sangramentos, anemia e bolsas que acumulam pus. Frequentemente diagnosticada entre jovens, tem como sintomas cólicas, perda de peso, diarreias e febre. Já a Retocolite Ulcerativa envolve a formação de úlceras no reto e no cólon, sendo marcada por diarreias, dores abdominais, sangramentos retais e urgência para evacuar. O motivo para o surgimento das doenças ainda não é conhecido, embora elas sejam mais comuns em locais desenvolvidos economicamente. CONTINUA NOS COMENTÁRIOS 👇
Huuuum! 😲
Amoo quando um improviso da certo!!!
Quando as 🐜🐜🐜 atacam a gente da um jeito!
Esse foi meu lanche da tarde e pré treino de hoje:
👉Bolo de batata doce de microondas:
❌100g de batata doce cozida amassada
❌2 cs de quinoa ou aveia em flocos
❌1 ovo
❌ 4 cs de Beef Protein da @essential_nutrition (tbm pode ser cacau em pó)
❌Um pouquinho de água ou leite vegetal
❌1 cc de fermento
Ps: não usei adoçante, se gosta mais docinho pode botar.
👉Mistura tudo e coloca 3 min no microondas.
Depois de pronto cortei no meio e recheei com uma colher de pasta de amendoim.
👉 A cobertura fiz com cacau, uma colherzinha de pasta de amendoim e água.
#voilá #lanchedatarde #cafédatarde #bolinhodemicroondas #bolodebatatadoce #delícia #top #foconoobjetivo #foconadieta
#cuidandodasaude #rcu #dii #retocoliteulcerativa #intoleranciaalactose #desafioomelhordemim #60npb #healthylifestyle #alimentacaosaudavel #reeducacaoalimentar
Huuuum! 😲 Amoo quando um improviso da certo!!! Quando as 🐜🐜🐜 atacam a gente da um jeito! Esse foi meu lanche da tarde e pré treino de hoje: 👉Bolo de batata doce de microondas: ❌100g de batata doce cozida amassada ❌2 cs de quinoa ou aveia em flocos ❌1 ovo ❌ 4 cs de Beef Protein da @essential_nutrition (tbm pode ser cacau em pó) ❌Um pouquinho de água ou leite vegetal ❌1 cc de fermento Ps: não usei adoçante, se gosta mais docinho pode botar. 👉Mistura tudo e coloca 3 min no microondas. Depois de pronto cortei no meio e recheei com uma colher de pasta de amendoim. 👉 A cobertura fiz com cacau, uma colherzinha de pasta de amendoim e água. #voilá  #lanchedatarde  #cafédatarde  #bolinhodemicroondas  #bolodebatatadoce  #delícia  #top  #foconoobjetivo  #foconadieta  #cuidandodasaude  #rcu  #dii  #retocoliteulcerativa  #intoleranciaalactose  #desafioomelhordemim  #60npb  #healthylifestyle  #alimentacaosaudavel  #reeducacaoalimentar 
A Arte de esperar 😓.
#retocoliteulcerativa #dii
Dor abdominal, diarreia, presença de sangue e/ou muco nas fezes, perda de peso, anemia, febre, alteração no crescimento e maturação sexual de crianças e adolescentes, fístulas e abscessos...os sintomas das Doenças Inflamatórias Intestinais podem ser leves e inespecíficos, ou já precocemente graves. Procure um Gastroenterologista com conhecimento no assunto, indicações no site do GEDIIB e da ABCD. #doencainflamatoriaintestinal #dii #ibd #inflammatoryboweldisease #crohn #doencadecrohn #crohndisease #retocoliteulcerativa #rcu #retocolite #gediib #abcd #gastro #gastroenterology #gastroenterologia
Dor abdominal, diarreia, presença de sangue e/ou muco nas fezes, perda de peso, anemia, febre, alteração no crescimento e maturação sexual de crianças e adolescentes, fístulas e abscessos...os sintomas das Doenças Inflamatórias Intestinais podem ser leves e inespecíficos, ou já precocemente graves. Procure um Gastroenterologista com conhecimento no assunto, indicações no site do GEDIIB e da ABCD. #doencainflamatoriaintestinal  #dii  #ibd  #inflammatoryboweldisease  #crohn  #doencadecrohn  #crohndisease  #retocoliteulcerativa  #rcu  #retocolite  #gediib  #abcd  #gastro  #gastroenterology  #gastroenterologia 
Palestra sobre manifestações dermatológicas nas doenças inflamatórias intestinais (Simpósio de Espondilite Anquilosante e DII). Evento promovido pela @recomecarrj .
.
#recomeçarrj #aiminhabarriga #thecrohnieguy #dii #colite #crohn #retocoliteulcerativa
Última do dia: Sopa de chuchu com frango 🤗 huuum! Porque esse friozinho e essa chuva pedem uma sopinha né?!?
Boa noite e fiquem com Deus! 😘
#boanoite #ultimadodia #sopa #delícia #top #desafioomelhordemim #60npb #foconoobjetivo #foconadieta #cuidandodasaúde #rcu #dii #retocoliteulcerativa #intoleranciaalactose #glutenfree #lactosefree #alimentacaosaudavel #healthylifestyle #reeducacaoalimentar
Hora do meu lanchinho "delíça" 🤗
Biscoito de arroz integral + pasta de amendoim ❤ aah e tinha também 3 castanhas de cajú e chá de folha de oliveira que não saíram na foto porque já não estavam mais entre "nóis" 😅#inlove #boatarde #horadolanche #lanchedatarde
#delícia #top #desafioomelhordemim #foconoobjetivo #foconadieta #cuidandodasaúde #rcu #dii #retocoliteulcerativa #intoleranciaalactose #60npb #alimentacaosaudavel #healthylifestyle #reeducacaoalimentar
Hora do meu lanchinho "delíça" 🤗 Biscoito de arroz integral + pasta de amendoim ❤ aah e tinha também 3 castanhas de cajú e chá de folha de oliveira que não saíram na foto porque já não estavam mais entre "nóis" 😅#inlove  #boatarde  #horadolanche  #lanchedatarde  #delícia  #top  #desafioomelhordemim  #foconoobjetivo  #foconadieta  #cuidandodasaúde  #rcu  #dii  #retocoliteulcerativa  #intoleranciaalactose  #60npb  #alimentacaosaudavel  #healthylifestyle  #reeducacaoalimentar 
Pesquisa importante para quem tem doença inflamatória intestinal - doença de Crohn e Retocolite Ulcerativa. Eu tenho doença de Crohn e já respondi a pesquisa, se você é paciente, participe também. 
Dê sua opinião na pesquisa “A Jornada do Paciente com DII”. Acesse: www.abcd.org.br/jornada

#farmaleachoudii #doençasinflamatoriasintestinais #doençadecrohn #retocoliteulcerativa #GEDIIB #jornadaDII #MaioRoxo #ABCD #Crohn #colite
Bom dia! ✌😉
Café da manhã: suco verde + 1 ovo e 1 clara 👌😋 #bomdia #cafédamanhã #desjejuum #desafioomelhordemim #foconadieta #foconoobjetivo #cuidandodasaúde #60npb #rcu #dii #retocoliteulcerativa #intoleranciaalactose
Muito bom humor com um assunto que gera tanto desconforto para alguns.
Falar de #cocô não é algo agradável mesmo, mas quando temos uma doença (#doençainflamatóriaintestinal - #doençadeCrohn e #retocoliteulcerativa) que nos coloca em uma relação bem íntima com o cocô, aprendemos que observar nossas fezes é importante para sabermos como estamos. Não é verdade?

Essa lanchonete investiu no assunto e tem toda decoração, pratos e objetos inspirados no cocô.

Como acredito que o bom humor ajuda muito, deixando nossos dias menos pesados, estou aqui compartilhando com vocês a página no Facebook do  Poop Café 👉PoopCafeTO
Ah! Não é aqui no Brasil! Mas fica a dica para algum empreendedor 😉. #farmaleachoudii #bomhumor #vamosfalardecocô #PoopCafe.

Fonte do vídeo:
https://www.facebook.com/fortafyfans/videos/2270284656399197/
Muito bom humor com um assunto que gera tanto desconforto para alguns. Falar de #cocô  não é algo agradável mesmo, mas quando temos uma doença (#doençainflamatóriaintestinal  - #doençadeCrohn  e #retocoliteulcerativa ) que nos coloca em uma relação bem íntima com o cocô, aprendemos que observar nossas fezes é importante para sabermos como estamos. Não é verdade? Essa lanchonete investiu no assunto e tem toda decoração, pratos e objetos inspirados no cocô. Como acredito que o bom humor ajuda muito, deixando nossos dias menos pesados, estou aqui compartilhando com vocês a página no Facebook do Poop Café 👉PoopCafeTO Ah! Não é aqui no Brasil! Mas fica a dica para algum empreendedor 😉. #farmaleachoudii  #bomhumor  #vamosfalardecocô  #PoopCafe . Fonte do vídeo: https://www.facebook.com/fortafyfans/videos/2270284656399197/
Compartilhando evento imperdível! 
Dá só uma olhada no cronograma 😍. 💜Estarei em mais um evento representando os pacientes de doenças inflamatórias intestinais (doença de Crohn e retocolite ulcerativa), dessa vez não como Farmacêutica e sim contando a minha vivência com a doença de Crohn. Vivência que em diversos pontos se iguala a de todos que convivem com a DII: busca cansativa pelo diagnóstico, tratamento adequado, medicamentos de alto custo,  cirurgias, maternidade x DII, medos, dúvidas... Outro paciente, Anderson Vieira,  compartilhará a sua vivência com a espondilite anquilosante. 
O evento contará com profissionais experientes em DII e de EA. 
#farmaleachoudii #farmaleachoureumato #empoderarpacientes #espondiliteanquilosante #doençasinflamtoriasintestinais #doençadecrohn #retocoliteulcerativa 
#MaioRoxo2017 
Sobre o evento:

A Associação de Pacientes com Doenças Reumáticas do Estado do Rio de janeiro- #RecomeçARRJ
Convida Para o Simpósio de Espondilite anquilosante e 
Doenças Inflamatórias Intestinais
Dia 08 de Junho de 2017
Na Policlinica Piquett Carneiro na Avenida Marechal Rondon , 381, São Francisco Xavier.
Cronograma:
09hs - Dermatologista Dra Gabriela Higino - 
acometimento cutâneo em doença de crohn
10hs - Advogado Weberth Batista -
Direitos dos pacientes
11hs - Histórias de superação com os pacientes
Alessandra de Souza - Doença de crohn 
Anderson Vieira - Espondilite Anquilosante
12hs - Intervalo para o lanche
13hs - Gastroenterologista Ana Tereza Pugas - Doenças Inflamatórias Intestinais
14hs - Reumatologista Dra Carla Gottgtroy - Espondiloartrites: uma ou várias doenças?
Ainda está em tempo, faça sua inscrição através dos telefones
21-99625-5469 Cátia ou 21-99188-3513 Célia 
Restam poucas vagas.
Muita informação num só dia!
Participe também do RecomeçARRJ sem frio
Ajude levando uma agasalho para 
ser doado a instituição ONG ALFA.
Compartilhando evento imperdível! Dá só uma olhada no cronograma 😍. 💜Estarei em mais um evento representando os pacientes de doenças inflamatórias intestinais (doença de Crohn e retocolite ulcerativa), dessa vez não como Farmacêutica e sim contando a minha vivência com a doença de Crohn. Vivência que em diversos pontos se iguala a de todos que convivem com a DII: busca cansativa pelo diagnóstico, tratamento adequado, medicamentos de alto custo, cirurgias, maternidade x DII, medos, dúvidas... Outro paciente, Anderson Vieira, compartilhará a sua vivência com a espondilite anquilosante. O evento contará com profissionais experientes em DII e de EA. #farmaleachoudii  #farmaleachoureumato  #empoderarpacientes  #espondiliteanquilosante  #doençasinflamtoriasintestinais  #doençadecrohn  #retocoliteulcerativa  #MaioRoxo2017  Sobre o evento: A Associação de Pacientes com Doenças Reumáticas do Estado do Rio de janeiro- #RecomeçARRJ  Convida Para o Simpósio de Espondilite anquilosante e Doenças Inflamatórias Intestinais Dia 08 de Junho de 2017 Na Policlinica Piquett Carneiro na Avenida Marechal Rondon , 381, São Francisco Xavier. Cronograma: 09hs - Dermatologista Dra Gabriela Higino - acometimento cutâneo em doença de crohn 10hs - Advogado Weberth Batista - Direitos dos pacientes 11hs - Histórias de superação com os pacientes Alessandra de Souza - Doença de crohn Anderson Vieira - Espondilite Anquilosante 12hs - Intervalo para o lanche 13hs - Gastroenterologista Ana Tereza Pugas - Doenças Inflamatórias Intestinais 14hs - Reumatologista Dra Carla Gottgtroy - Espondiloartrites: uma ou várias doenças? Ainda está em tempo, faça sua inscrição através dos telefones 21-99625-5469 Cátia ou 21-99188-3513 Célia Restam poucas vagas. Muita informação num só dia! Participe também do RecomeçARRJ sem frio Ajude levando uma agasalho para ser doado a instituição ONG ALFA.
Há 8 anos eu comecei a sentir uns sintomas estranhos... há 7 chegou o meu primeiro diagnóstico de doença de Crohn... há 3 anos eu descobri que tudo o que eu pensava que sabia de nutrição estava errado e a partir daí comecei uma revolução interna: aprender, aprender, aprender... NÃO pra deixar de ir ao nutricionista e ao médico e automedicar-me, mas SIM para poder ter argumentos nas conversas com os diversos profissionais de saúde que me tratam.
Durante a minha jornada de conhecimento, eu conheci um monte de gente boa e inteligente. A @laranesteruk e a @lilian_sa são duas dessas pessoas que já fazem parte da minha vida mesmo que através de uma tela de smartphone. Hoje tive o privilégio de conhecê-las pessoalmente. Obrigado, meninas!
.
#laranesteruk #liliansa #aiminhabarriga #crohn #retocoliteulcerativa #colite #dii
Há 8 anos eu comecei a sentir uns sintomas estranhos... há 7 chegou o meu primeiro diagnóstico de doença de Crohn... há 3 anos eu descobri que tudo o que eu pensava que sabia de nutrição estava errado e a partir daí comecei uma revolução interna: aprender, aprender, aprender... NÃO pra deixar de ir ao nutricionista e ao médico e automedicar-me, mas SIM para poder ter argumentos nas conversas com os diversos profissionais de saúde que me tratam. Durante a minha jornada de conhecimento, eu conheci um monte de gente boa e inteligente. A @laranesteruk e a @lilian_sa são duas dessas pessoas que já fazem parte da minha vida mesmo que através de uma tela de smartphone. Hoje tive o privilégio de conhecê-las pessoalmente. Obrigado, meninas! . #laranesteruk  #liliansa  #aiminhabarriga  #crohn  #retocoliteulcerativa  #colite  #dii 
#farmaleachoudii 
Sabe aquela dorzinha de barriga constante, que vai e volta e muitas vezes dura mais de uma semana: É bom você procurar um especialista antes que o problema se torne crônico e complexo o tratamento. E os efeitos venham a se refletir em sua qualidade de vida e desempenho profissional.

#Dordebarriga ou #diarreia frequente pode ser sinal de uma #doençainflamatóriaintestinal crônica, alertam os especialistas. Cerca de 25 milhões de brasileiros, com mais de 16 anos, sofrem do problema ou têm diarreia frequente (várias vezes ao ano), que tentam tratar com medicamentos caseiros (38 por cento do total), no posto de saúde mais próximo (27 por cento) ou remédios sem prescrição médica (25 por cento). Estes são alguns dos resultados da pesquisa Datafolha, patrocinada pela #biofarmacêutica #AbbVie, sobre “Hábitos de #Saúde do Brasileiro – Conhecimento sobre #DoençasIntestinais” recém-realizada em todo o país. 
Os resultados foram apresentados na abertura do IX SIMADDI/II PANCCO, respectivamente Simpósio de Atualização em Doenças Inflamatórias Intestinais/Congresso da Associação Panamericana de #Colite e #DoençadeCrohn, que acontece na cidade de São Paulo, até amanhã. “Virose”

Aproximadamente dois terços dos brasileiros (equivalentes a aproximadamente 101 milhões de pessoas) associam a dor de barriga ou diarreia  a uma simples virose e, em segundo lugar, os sintomas foram associados a “vermes” (equivalentes a 85 milhões de pessoas). Poucos associam a dor de barriga frequente e persistente a doenças mais sérias, como #câncer (6 por cento), #DoençadeChron e #RetocoliteUlcerativa (ambas mencionadas por 3 por cento dos entrevistados cada, equivalentes a somente aproximadamente 5 milhões de pessoas) – as duas últimas, doenças inflamatórias intestinais crônicas, que afetam tanto homens quanto mulheres, cujos sinais e sintomas tendem a aparecer e desaparecer  e, por isso, o diagnóstico pode ser tardio.

Especialistas reunidos ontem em SP avaliaram o problema e apesar de todo avanço da medicina ainda não têm condições de estabelecer uma causa. Ela pode ser genética,estar relacionada a alimentação, 
CONTINUA NOS COMENTÁRIOS👇
#farmaleachoudii  Sabe aquela dorzinha de barriga constante, que vai e volta e muitas vezes dura mais de uma semana: É bom você procurar um especialista antes que o problema se torne crônico e complexo o tratamento. E os efeitos venham a se refletir em sua qualidade de vida e desempenho profissional. #Dordebarriga  ou #diarreia  frequente pode ser sinal de uma #doençainflamatóriaintestinal  crônica, alertam os especialistas. Cerca de 25 milhões de brasileiros, com mais de 16 anos, sofrem do problema ou têm diarreia frequente (várias vezes ao ano), que tentam tratar com medicamentos caseiros (38 por cento do total), no posto de saúde mais próximo (27 por cento) ou remédios sem prescrição médica (25 por cento). Estes são alguns dos resultados da pesquisa Datafolha, patrocinada pela #biofarmacêutica  #AbbVie , sobre “Hábitos de #Saúde  do Brasileiro – Conhecimento sobre #DoençasIntestinais ” recém-realizada em todo o país. Os resultados foram apresentados na abertura do IX SIMADDI/II PANCCO, respectivamente Simpósio de Atualização em Doenças Inflamatórias Intestinais/Congresso da Associação Panamericana de #Colite  e #DoençadeCrohn , que acontece na cidade de São Paulo, até amanhã. “Virose” Aproximadamente dois terços dos brasileiros (equivalentes a aproximadamente 101 milhões de pessoas) associam a dor de barriga ou diarreia  a uma simples virose e, em segundo lugar, os sintomas foram associados a “vermes” (equivalentes a 85 milhões de pessoas). Poucos associam a dor de barriga frequente e persistente a doenças mais sérias, como #câncer  (6 por cento), #DoençadeChron  e #RetocoliteUlcerativa  (ambas mencionadas por 3 por cento dos entrevistados cada, equivalentes a somente aproximadamente 5 milhões de pessoas) – as duas últimas, doenças inflamatórias intestinais crônicas, que afetam tanto homens quanto mulheres, cujos sinais e sintomas tendem a aparecer e desaparecer  e, por isso, o diagnóstico pode ser tardio. Especialistas reunidos ontem em SP avaliaram o problema e apesar de todo avanço da medicina ainda não têm condições de estabelecer uma causa. Ela pode ser genética,estar relacionada a alimentação, CONTINUA NOS COMENTÁRIOS👇
Almoço de domingo! 👌😋 👉Frango assado + legumes assados + repolho e tomate + feijão #bomdia #horadoalmoço #almoçodedomingo #top #delicinha #desafioomelhordemim lhordemim #foconadieta #foconoobjetivo #cuidandodasaúde #rcu #dii #retocoliteulcerativa #intoleranciaalactose
Vedolizumabe é o mais novo medicamento biológico liberado no Brasil para tratamento das DIIs. Trata-se de um anticorpo monoclonal IgG1 humanizado que se liga à integrina α4β7 humana. A inibição da interação da α4β7 com a MAdCAM-1 devido ao vedolizumabe previne a transmigração de linfócitos T alojados no intestino através dos vasos sanguíneos, reduzindo a inflamação. Está indicado no tratamento tanto de retocolite ulcerativa, quanto de doença de Crohn moderada a grave, inclusive de pacientes que falharam a anti-TNFalfa. Sua infusão é realizada por via endovenosa. O pico de ação da medicação é mais lento que o do anti-TNF. Por ser seletivo do sistema gastrointestinal, apresenta menor risco de infecção, sendo uma opção um pouco mais segura em idosos. O vedolizumabe parece ainda exercer efeitos positivos sobre o fígado de pacientes que apresentam colangite esclerosante associada a doença intestinal. Isso ainda tem que ser comprovado e se encontra em estudo. #crohn #maladiedecrohn #ulcerativecolitis #ibd #dii #retocoliteulcerativa #crohns
Vedolizumabe é o mais novo medicamento biológico liberado no Brasil para tratamento das DIIs. Trata-se de um anticorpo monoclonal IgG1 humanizado que se liga à integrina α4β7 humana. A inibição da interação da α4β7 com a MAdCAM-1 devido ao vedolizumabe previne a transmigração de linfócitos T alojados no intestino através dos vasos sanguíneos, reduzindo a inflamação. Está indicado no tratamento tanto de retocolite ulcerativa, quanto de doença de Crohn moderada a grave, inclusive de pacientes que falharam a anti-TNFalfa. Sua infusão é realizada por via endovenosa. O pico de ação da medicação é mais lento que o do anti-TNF. Por ser seletivo do sistema gastrointestinal, apresenta menor risco de infecção, sendo uma opção um pouco mais segura em idosos. O vedolizumabe parece ainda exercer efeitos positivos sobre o fígado de pacientes que apresentam colangite esclerosante associada a doença intestinal. Isso ainda tem que ser comprovado e se encontra em estudo. #crohn  #maladiedecrohn  #ulcerativecolitis  #ibd  #dii  #retocoliteulcerativa  #crohns 
Um bom dia com muito trabalho!!! 🏥📚📌
Evento SIMADII - Atualização em doença inflamatória intestinal.

#doencadecrohn #retocoliteulcerativa #healthylifestyle #hospitalar #farmaceutica #propagandist #salerepresentative
Não desista! Tenha foco, uma meta, um plano e muita força para seguir. Ah! Uma boa dose paciência também. 😉

#doençascronicas #doençasautoimunes #doençasinflamatoriasintestinais #doençadecrohn #retocoliteulcerativa 
@Regrann from @psicologiacogitare -  Não é porque você ainda não está vendo, que nada está acontecendo. As sementes que plantamos germinam em silêncio... E mudanças comportamentais levam um tempo para acontecer... O importante é manter o foco! Ótima sexta!🌻(Imagem via @umafraseeeu ) #novoscomportamentos #paciencia #psicoterapia #analisedocomportamento #clinicacogitare #psicologiacogitare #apsicologiaemseufavor - #regrann
Não desista! Tenha foco, uma meta, um plano e muita força para seguir. Ah! Uma boa dose paciência também. 😉 #doençascronicas  #doençasautoimunes  #doençasinflamatoriasintestinais  #doençadecrohn  #retocoliteulcerativa  @Regrann from @psicologiacogitare - Não é porque você ainda não está vendo, que nada está acontecendo. As sementes que plantamos germinam em silêncio... E mudanças comportamentais levam um tempo para acontecer... O importante é manter o foco! Ótima sexta!🌻(Imagem via @umafraseeeu ) #novoscomportamentos  #paciencia  #psicoterapia  #analisedocomportamento  #clinicacogitare  #psicologiacogitare  #apsicologiaemseufavor  - #regrann 
Obrigada pela parceria, apoio, credibilidade e carinho! 💜

#ISeminarioFarmaleDII #MaioRoxo2017 #MaioRoxo
#farmaleachoudii #conscientizardii #doençasinflamatoriasintestinais #doençadecrohn #retocoliteulcerativa
#ABCD #empoderarpacientes #farmaleempodera 
@Regrann from @abcd.org.br -  Rio de Janeiro #MaioRoxo - #regrann
Obrigada pelo carinho RecomeçAR-RJ🙏 
#ISeminarioFarmaleDII #MaioRoxo2017 #MaioRoxo
#farmaleachoudii #conscientizardii #doençasinflamatoriasintestinais #doençadecrohn #retocoliteulcerativa #empoderarpacientes #farmaleempodera 
@Regrann from @recomecarrj -  I Seminário Farmale de Doenças Inflamatórias Intestinais 
Foi um sucesso! 
Parabéns Alessandra Souza. 
#empoderamento #Cronh #retocolite #MaioRoxo - #regrann
Última refeição do dia: sopa de legumes com frango! 😋 Aí tem: moranga, tomate, repolho e couve. Temperei com sal rosa, cúrcuma e chimichurri 👌🔝 #boanoite #últimadodia #desafioomelhordemim #primeirodiaconcluído #foconoobjetivo #foconadieta #cuidandodasaude #rcu #dii #retocoliteulcerativa #intoleranciaalactose #semgluten #semlactose #healthylifestyle #
Saber que a doença não tem cura é assustador

Maio Roxo! Seja Bem Vindo! Convivendo com DII. Em janeiro de 2014 depois de um mês sentindo dor abdominal aguda e um quadro de abdome distendido procurei um gastro que me pediu uma ultrassonografia, o resultado foi ascite entre as alças intestinais, com esse resultado o médico me encaminhou para o cirurgião, com muito sacrifício (pelo SUS) encontrei uma vaga de internação no Hospital Universitário Clemente Farias, nesse momento as dores, diarréias com sangue, vômitos estavam insuportáveis, logo na manhã seguinte o cirurgião pediu para repetir o pus , nesse exame o liquido já havia extravasado e estava causando infecção nos demais órgãos da cavidade abdominal. Não deu outra, uma laparotomia de urgência, nessa cirurgia foi retirado mais de 3 litros desse líquido infeccioso, fez-se então uma ressecção do intestino, fiquei usando sonda nasogastrica, bolsa e um dreno pós cirúrgico, não foi fácil. Depois de mais de 20 dias internada tive alta e fui acompanhada de perto por um bom médico, Dr. Alexandre Viana Reis, logo em seguida fiz colonoscopia e uma entero-tC , que concluiu o diagnostico de Doença de Crohn, outra bomba já que na época eu tinha 20 anos e saber que a doença não tem cura é assustador. 
Graças a Deus aprendi a conviver com os desconfortos abdominais, e faço uso de Azatioprina 50 mg. Adquiri novos hábitos alimentares, e hoje tenho uma vida normal, pratico esporte, faço academia, me formei em Gestão Pública, trabalho normalmente  e como Deus tem um propósito na nossa vida , quando estava internada conheci um enfermeiro, logo me apaixonei por ele, ficamos amigos e começamos a namorar, e em Novembro de 2016 nos casamos ( nem tudo foi ruim NE?! RS). Não é fácil conviver com uma DII, mas não é impossível, tenha perseverança, cuide da alimentação tome os medicamentos pontualmente, se necessário procure ajuda com psicologo, e seja muito, mas muito feliz!

Meu nome é Roberta, tenho 24 anos, moro em Montes Claro/MG, sou Auxiliar Administrativo, tenho Doença de Crohn. Meu perfil no Facebook: www.facebook.com/roberta.fialho.75 e no Instagram: @fialho_roberta

CONTINUA NOS COMENTÁRIOS 👇
Saber que a doença não tem cura é assustador Maio Roxo! Seja Bem Vindo! Convivendo com DII. Em janeiro de 2014 depois de um mês sentindo dor abdominal aguda e um quadro de abdome distendido procurei um gastro que me pediu uma ultrassonografia, o resultado foi ascite entre as alças intestinais, com esse resultado o médico me encaminhou para o cirurgião, com muito sacrifício (pelo SUS) encontrei uma vaga de internação no Hospital Universitário Clemente Farias, nesse momento as dores, diarréias com sangue, vômitos estavam insuportáveis, logo na manhã seguinte o cirurgião pediu para repetir o pus , nesse exame o liquido já havia extravasado e estava causando infecção nos demais órgãos da cavidade abdominal. Não deu outra, uma laparotomia de urgência, nessa cirurgia foi retirado mais de 3 litros desse líquido infeccioso, fez-se então uma ressecção do intestino, fiquei usando sonda nasogastrica, bolsa e um dreno pós cirúrgico, não foi fácil. Depois de mais de 20 dias internada tive alta e fui acompanhada de perto por um bom médico, Dr. Alexandre Viana Reis, logo em seguida fiz colonoscopia e uma entero-tC , que concluiu o diagnostico de Doença de Crohn, outra bomba já que na época eu tinha 20 anos e saber que a doença não tem cura é assustador. Graças a Deus aprendi a conviver com os desconfortos abdominais, e faço uso de Azatioprina 50 mg. Adquiri novos hábitos alimentares, e hoje tenho uma vida normal, pratico esporte, faço academia, me formei em Gestão Pública, trabalho normalmente e como Deus tem um propósito na nossa vida , quando estava internada conheci um enfermeiro, logo me apaixonei por ele, ficamos amigos e começamos a namorar, e em Novembro de 2016 nos casamos ( nem tudo foi ruim NE?! RS). Não é fácil conviver com uma DII, mas não é impossível, tenha perseverança, cuide da alimentação tome os medicamentos pontualmente, se necessário procure ajuda com psicologo, e seja muito, mas muito feliz! Meu nome é Roberta, tenho 24 anos, moro em Montes Claro/MG, sou Auxiliar Administrativo, tenho Doença de Crohn. Meu perfil no Facebook: www.facebook.com/roberta.fialho.75 e no Instagram: @fialho_roberta CONTINUA NOS COMENTÁRIOS 👇
Aiii a melhor hora do dia com certeza é essa! 😍 Biscoito de arroz integral com pasta de amendoim + castanha de cajú + chá de folha de oliveira.
Pensaaa em uma pessoa feliz com o plano alimentar novo da nutri @sueli.lumertz 🙌 #boatarde #lanchedatarde #foconadieta #foconoobjetivo #cuidandodasaude #rcu #dii #retocoliteulcerativa #intoleranciaalactose #semgluten #semlactose #desafioomelhordemim #healthylifestyle
Almoço de hoje: franguinho, alface, beterraba e feijão! 👌😋🔝 #delícia #top #almoço #cuidandodasaude #rcu #dii #retocoliteulcerativa #intoleranciaalactose #desafioomelhordemim #foco
I Seminário Farmale de Doenças Inflamatórias Intestinais - Doenças Inflamatórias Intestinais: controlando a inflamação para prevenir a progressão da doença e diminuir os agravos.

Aos pacientes presentes, minha gratidão pelo carinho que recebi de cada um de vocês! A presença de vocês no I Seminário Farmale de DII foi um presente para mim, encheu meu coração de alegria! Muito obrigada!

Recebi abraços queridos de pessoas que estavam no seminário, mas que não são pacientes, alguns são profissionais de saúde, outros estudantes e familiares de pacientes. Muito obrigada pelo interesse e carinho!

Texto e fotos do #ISeminarioFarmaleDII no blog www.farmale.com.br na aba Eventos. 
#MaioRoxo #MaioRoxo2017 #doencasinflamatoriasintestinais #doençadecrohn #retocoliteulcerativa #empoderarpacientes #farmaleempodera
I Seminário Farmale de Doenças Inflamatórias Intestinais - Doenças Inflamatórias Intestinais: controlando a inflamação para prevenir a progressão da doença e diminuir os agravos. Aos pacientes presentes, minha gratidão pelo carinho que recebi de cada um de vocês! A presença de vocês no I Seminário Farmale de DII foi um presente para mim, encheu meu coração de alegria! Muito obrigada! Recebi abraços queridos de pessoas que estavam no seminário, mas que não são pacientes, alguns são profissionais de saúde, outros estudantes e familiares de pacientes. Muito obrigada pelo interesse e carinho! Texto e fotos do #ISeminarioFarmaleDII  no blog www.farmale.com.br na aba Eventos. #MaioRoxo  #MaioRoxo2017  #doencasinflamatoriasintestinais  #doençadecrohn  #retocoliteulcerativa  #empoderarpacientes  #farmaleempodera 
I Seminário Farmale de Doenças Inflamatórias Intestinais - Doenças Inflamatórias Intestinais: controlando a inflamação para prevenir a progressão da doença e diminuir os agravos.

Prêmio Farmale de Empoderamento do Paciente.🏆 O entendimento que tenho sobre a importância do empoderamento do paciente e porque não do profissional de saúde também, despertou em mim o desejo de premiar algumas pessoas envolvidas com esse processo e trabalho voluntário de empoderamento do paciente, então nasceu junto com o I Seminário Farmale de DII o Prêmio Farmale de Epoderamento. Foram três mulheres incríveis premiadas! 
Priscila Torres, Patient Advocacy, presidente do Grupo EncontrAR, coordenadora do Blog Artrite Reumatoide, vice-presidente do Grupar-RP, idealizadora dos Blogueiros da Saúde e uma eterna mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.

Laura Maria Lima Dias, presidente da #AAPODII – Associação dos Amigos e Portadores de DII. Ao ver, como mãe de portador, as dificuldades enfrentadas pelos pacientes, como a falta de informações sobre seus direitos e sobre a doença, criou a AAPODII que faz um lindo trabalho voluntário para os pacientes do Hospital Clementino Fraga Filho/UFRJ.

Júlia G. Araújo Assis, presidente da ALEMDII – Associação do Leste de Minas de Portadores de DII. Todos já sabem das dificuldades enfrentadas pelos pacientes nos grandes centros, agora imaginem em uma cidade do interior? Júlia, portadora de doença de Crohn, não aceitava, e ainda não aceita, que ela e todos os pacientes sofram em busca de atendimento de qualidade que todo ser humano tem direito. Sonhou, planejou e criou a ALEMDII que vem fazendo um trabalho exemplar pelos pacientes de DII.

Texto e fotos do #ISeminarioFarmaleDII no blog www.farmale.com.br na aba Eventos. 
#MaioRoxo #MaioRoxo2017 #doencasinflamatoriasintestinais #doençadecrohn #retocoliteulcerativa #empoderarpacientes #farmaleempodera
I Seminário Farmale de Doenças Inflamatórias Intestinais - Doenças Inflamatórias Intestinais: controlando a inflamação para prevenir a progressão da doença e diminuir os agravos. Prêmio Farmale de Empoderamento do Paciente.🏆 O entendimento que tenho sobre a importância do empoderamento do paciente e porque não do profissional de saúde também, despertou em mim o desejo de premiar algumas pessoas envolvidas com esse processo e trabalho voluntário de empoderamento do paciente, então nasceu junto com o I Seminário Farmale de DII o Prêmio Farmale de Epoderamento. Foram três mulheres incríveis premiadas! Priscila Torres, Patient Advocacy, presidente do Grupo EncontrAR, coordenadora do Blog Artrite Reumatoide, vice-presidente do Grupar-RP, idealizadora dos Blogueiros da Saúde e uma eterna mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil. Laura Maria Lima Dias, presidente da #AAPODII  – Associação dos Amigos e Portadores de DII. Ao ver, como mãe de portador, as dificuldades enfrentadas pelos pacientes, como a falta de informações sobre seus direitos e sobre a doença, criou a AAPODII que faz um lindo trabalho voluntário para os pacientes do Hospital Clementino Fraga Filho/UFRJ. Júlia G. Araújo Assis, presidente da ALEMDII – Associação do Leste de Minas de Portadores de DII. Todos já sabem das dificuldades enfrentadas pelos pacientes nos grandes centros, agora imaginem em uma cidade do interior? Júlia, portadora de doença de Crohn, não aceitava, e ainda não aceita, que ela e todos os pacientes sofram em busca de atendimento de qualidade que todo ser humano tem direito. Sonhou, planejou e criou a ALEMDII que vem fazendo um trabalho exemplar pelos pacientes de DII. Texto e fotos do #ISeminarioFarmaleDII  no blog www.farmale.com.br na aba Eventos. #MaioRoxo  #MaioRoxo2017  #doencasinflamatoriasintestinais  #doençadecrohn  #retocoliteulcerativa  #empoderarpacientes  #farmaleempodera 
I Seminário Farmale de Doenças Inflamatórias Intestinais - Doenças Inflamatórias Intestinais: controlando a inflamação para prevenir a progressão da doença e diminuir os agravos.

Muita gratidão por todos que contribuíram para que meu sonho virasse realidade.

Muito obrigada aos palestrantes que levaram informações importantes sobre as DII. 
Texto e fotos do #ISeminarioFarmaleDII no blog www.farmale.com.br na aba Eventos. 
#MaioRoxo #MaioRoxo2017 #doencasinflamatoriasintestinais #doençadecrohn #retocoliteulcerativa #empoderarpacientes #farmaleempodera
I Seminário Farmale de Doenças Inflamatórias Intestinais - Doenças Inflamatórias Intestinais: controlando a inflamação para prevenir a progressão da doença e diminuir os agravos. Muita gratidão por todos que contribuíram para que meu sonho virasse realidade. Muito obrigada aos palestrantes que levaram informações importantes sobre as DII. Texto e fotos do #ISeminarioFarmaleDII  no blog www.farmale.com.br na aba Eventos. #MaioRoxo  #MaioRoxo2017  #doencasinflamatoriasintestinais  #doençadecrohn  #retocoliteulcerativa  #empoderarpacientes  #farmaleempodera 
I Seminário Farmale de Doenças Inflamatórias Intestinais - Doenças Inflamatórias Intestinais: controlando a inflamação para prevenir a progressão da doença e diminuir os agravos.

Muita gratidão por todos que contribuíram para que meu sonho virasse realidade.

Texto e fotos do #ISeminarioFarmaleDII no blog www.farmale.com.br na aba Eventos. 
#MaioRoxo #MaioRoxo2017 #doencasinflamatoriasintestinais #doençadecrohn #retocoliteulcerativa #empoderarpacientes #farmaleempodera
I Seminário Farmale de Doenças Inflamatórias Intestinais - Doenças Inflamatórias Intestinais: controlando a inflamação para prevenir a progressão da doença e diminuir os agravos. Muita gratidão por todos que contribuíram para que meu sonho virasse realidade. Texto e fotos do #ISeminarioFarmaleDII  no blog www.farmale.com.br na aba Eventos. #MaioRoxo  #MaioRoxo2017  #doencasinflamatoriasintestinais  #doençadecrohn  #retocoliteulcerativa  #empoderarpacientes  #farmaleempodera 
Campanha MAIO ROXO.
Esta campanha tem o objetivo de chamar a atenção da
sociedade, promovendo maior conscientização e melhoria na qualidade de vida dos nossos pacientes. Ainda sem causa comprovada, as doenças
inflamatórias intestinais (DII), que incluem a doença de Crohn e a retocolite ulcerativa, podem estar ligadas a fatores hereditários e
imunológicos, podendo ser agravadas pelos hábitos de vida. Atingem ambos os sexos indistintamente e o diagnóstico acontece geralmente por
volta da terceira década de vida.

#CageApoiaEssaCausa
#MaioRoxo #Maio #DII #Crohn #RetocoliteUlcerativa
#DoencasInflamatorias #ClinicaCage #DoencaIntestinal #CampanhaMesRoxo
#19demaio #QualidadedeVida #Cuidese
Campanha MAIO ROXO. Esta campanha tem o objetivo de chamar a atenção da sociedade, promovendo maior conscientização e melhoria na qualidade de vida dos nossos pacientes. Ainda sem causa comprovada, as doenças inflamatórias intestinais (DII), que incluem a doença de Crohn e a retocolite ulcerativa, podem estar ligadas a fatores hereditários e imunológicos, podendo ser agravadas pelos hábitos de vida. Atingem ambos os sexos indistintamente e o diagnóstico acontece geralmente por volta da terceira década de vida. #CageApoiaEssaCausa  #MaioRoxo  #Maio  #DII  #Crohn  #RetocoliteUlcerativa  #DoencasInflamatorias  #ClinicaCage  #DoencaIntestinal  #CampanhaMesRoxo  #19demaio  #QualidadedeVida  #Cuidese 
Dia Mundial da Saúde Digestiva e Dia do Gastroenterologista

O Dia do Médico Gastroenterologista é comemorado no mesmo dia das ações de prevenção e alerta à saúde digestiva. O dia 29 de maio em diversos países tem como proposta sensibilizar a população e os profissionais de saúde para a importância da correta interpretação dos sintomas e o rápido tratamento, além da adoção de um estilo de vida mais saudável, com uma alimentação equilibrada.

Dados apresentados no livro “Distúrbios Funcionais do Aparelho Digestivo”, editado pela Federação Brasileira de Gastroenterologia (FBG), mostram que é significativa a prevalência das doenças de trato gastrointestinal na população brasileira. No âmbito social, a correta orientação e o rápido acesso ao tratamento, são direitos da população.

Dia 29 de maio é o dia mundial da saúde digestiva. Anualmente, a World Gastroenterology Organisation (Organização Mundial de Gastroenterologia - WGO) faz uma campanha de conscientização e em 2017 o tema escolhido foi: "doenças inflamatórias intestinais", entre as quais se destacam a Doença de Crohn e a Retocolite Ulcerativa.

Em todo o mundo, estima-se que 5 milhões de pessoas vivam com a doença de Crohn e a retocolite ulcerativa, doenças que afetam diretamente o sistema digestório, com inflamações no tecido intestinal, resultando em lesões e sangramentos frequentes. No Brasil, ainda não existem estatísticas oficiais sobre as doenças inflamatórias intestinais.

Apesar de essas doenças não terem cura, a realização de um diagnóstico precoce e de um tratamento adequado permitem o controle, medicação adequada, reduzem a incidência de complicações e proporcionam uma melhor qualidade de vida aos pacientes, explicam os especialistas. "Temos exames eficazes, procedimentos que permitem a identificação de lesões em estágio inicial, mas as pessoas continuam se automedicando ou dando pouca importância aos sintomas, ao acompanhamento de rotina e exames como a colonoscopia", explica Marcon Censoni, médico especialista em cirurgia digestiva e laparoscópica e coloproctologia.

Os especialistas alertam: CONTINUA NOS COMENTÁRIOS 👇
Dia Mundial da Saúde Digestiva e Dia do Gastroenterologista O Dia do Médico Gastroenterologista é comemorado no mesmo dia das ações de prevenção e alerta à saúde digestiva. O dia 29 de maio em diversos países tem como proposta sensibilizar a população e os profissionais de saúde para a importância da correta interpretação dos sintomas e o rápido tratamento, além da adoção de um estilo de vida mais saudável, com uma alimentação equilibrada. Dados apresentados no livro “Distúrbios Funcionais do Aparelho Digestivo”, editado pela Federação Brasileira de Gastroenterologia (FBG), mostram que é significativa a prevalência das doenças de trato gastrointestinal na população brasileira. No âmbito social, a correta orientação e o rápido acesso ao tratamento, são direitos da população. Dia 29 de maio é o dia mundial da saúde digestiva. Anualmente, a World Gastroenterology Organisation (Organização Mundial de Gastroenterologia - WGO) faz uma campanha de conscientização e em 2017 o tema escolhido foi: "doenças inflamatórias intestinais", entre as quais se destacam a Doença de Crohn e a Retocolite Ulcerativa. Em todo o mundo, estima-se que 5 milhões de pessoas vivam com a doença de Crohn e a retocolite ulcerativa, doenças que afetam diretamente o sistema digestório, com inflamações no tecido intestinal, resultando em lesões e sangramentos frequentes. No Brasil, ainda não existem estatísticas oficiais sobre as doenças inflamatórias intestinais. Apesar de essas doenças não terem cura, a realização de um diagnóstico precoce e de um tratamento adequado permitem o controle, medicação adequada, reduzem a incidência de complicações e proporcionam uma melhor qualidade de vida aos pacientes, explicam os especialistas. "Temos exames eficazes, procedimentos que permitem a identificação de lesões em estágio inicial, mas as pessoas continuam se automedicando ou dando pouca importância aos sintomas, ao acompanhamento de rotina e exames como a colonoscopia", explica Marcon Censoni, médico especialista em cirurgia digestiva e laparoscópica e coloproctologia. Os especialistas alertam: CONTINUA NOS COMENTÁRIOS 👇
Sim! Nos move e une. 😍

#doençasinflamatoriasintestinais
#doençadecrohn  #retocoliteulcerativa 
#farmaleachoudii #farmaleachoureumato
#gratidao #empoderarpacientes

@Regrann from @artritereumatoide -  A causa que nos move, nos mantém unidas ❤️Cariocas, mineira e paulista! #DII #reumato #RecomeçAR/RJ #Farmale #EncontrAR #Grupar #BlogAR #dialindo - #regrann
Como anda o seu intestino? E o seu estômago? Hoje é dia mundial da Saúde Digestiva, uma data para conscientizar a população do mundo em relação aos problemas digestivos mais comuns, como o refluxo gastroesofágico, a constipação, as inflamações intestinais crônicas e o câncer.
.
🔹 Como minhas principais linhas de pesquisa são em inflamação e câncer intestinal, não posso deixar de falar sobre isso! O intestino é um órgão fantástico, com vários metros de superfície absortiva, cheio de células nervosas e de bactérias. O número de neurônios no intestino humano pode chegar a 600 milhões! Não é à toa que nosso intestino é chamado de "segundo cérebro". Esse sistema nervoso próprio é capaz de controlar a atividade intestinal de modo independente do sistema nervoso central. Além disso, o intestino pode até mesmo influenciar nossas emoções. Cerca de 95% da serotonina do nosso corpo está nele.
.
🔹 Outro aspecto muito importante do intestino é ser um imenso reservatório de bactérias: cerca de 100 trilhões delas! Essas bactérias compõe a nossa microbiota intestinal e auxiliam na digestão de alimentos e na proteção contra infecções. A microbiota intestinal tem sido cada vez mais estudada e hoje já sabemos que alterações crônicas no perfil de bactérias do intestino podem predispor a doenças como: diabetes, obesidade, alergias, inflamações e até câncer. Já fiz vários posts aqui sobre agentes e situações que podem alterar nossa flora intestinal normal.
.
🔹Tudo o que nós comemos pode influenciar diretamente na saúde do nosso sistema digestivo. O dia de hoje deve servir para analisarmos como anda nossa alimentação e também para avaliarmos a presença de possíveis sintomas digestórios, como azia, má-digestão, constipação e diarreia, que podem indicar a necessidade de busca por tratamento.
.
🔹O intestino de crochê da foto é da @neurostudent ❤️.
Como anda o seu intestino? E o seu estômago? Hoje é dia mundial da Saúde Digestiva, uma data para conscientizar a população do mundo em relação aos problemas digestivos mais comuns, como o refluxo gastroesofágico, a constipação, as inflamações intestinais crônicas e o câncer. . 🔹 Como minhas principais linhas de pesquisa são em inflamação e câncer intestinal, não posso deixar de falar sobre isso! O intestino é um órgão fantástico, com vários metros de superfície absortiva, cheio de células nervosas e de bactérias. O número de neurônios no intestino humano pode chegar a 600 milhões! Não é à toa que nosso intestino é chamado de "segundo cérebro". Esse sistema nervoso próprio é capaz de controlar a atividade intestinal de modo independente do sistema nervoso central. Além disso, o intestino pode até mesmo influenciar nossas emoções. Cerca de 95% da serotonina do nosso corpo está nele. . 🔹 Outro aspecto muito importante do intestino é ser um imenso reservatório de bactérias: cerca de 100 trilhões delas! Essas bactérias compõe a nossa microbiota intestinal e auxiliam na digestão de alimentos e na proteção contra infecções. A microbiota intestinal tem sido cada vez mais estudada e hoje já sabemos que alterações crônicas no perfil de bactérias do intestino podem predispor a doenças como: diabetes, obesidade, alergias, inflamações e até câncer. Já fiz vários posts aqui sobre agentes e situações que podem alterar nossa flora intestinal normal. . 🔹Tudo o que nós comemos pode influenciar diretamente na saúde do nosso sistema digestivo. O dia de hoje deve servir para analisarmos como anda nossa alimentação e também para avaliarmos a presença de possíveis sintomas digestórios, como azia, má-digestão, constipação e diarreia, que podem indicar a necessidade de busca por tratamento. . 🔹O intestino de crochê da foto é da @neurostudent ❤️.