an online Instagram web viewer
  • artecanoa
    C.A.N.O.A.
    @artecanoa

Images by artecanoa

COGUMELOS SANÕMA

Habitantes do extremo noroeste de Roraíma, na região de Awaris, os Sanõma são parte do povo Yanomami. Com grande conhecimento ecológico e de seu território, os Sanõma produzem este mix com mais de 10 espécies de cogumelos que pode ser utilizado em uma série de receitas. Além do sabor único, a produção do mix ajuda a manter a cultura Yanomami viva.

Grandes Chefs de cozinha já utilizam os cogumelos Sanõma, que tal soltar sua criatividade? Na loja CANOA, você encontra o mix de cogumelos desidratados e em pó.

#resistenciaindigena #yanomami #sanoma #Amazonia #Roraima
#povosindigenas #povosoriginarios #DemarcaçãoJá
#artecanoa #cogumelos
#arteindigenacanoa #Brasil
COGUMELOS SANÕMA Habitantes do extremo noroeste de Roraíma, na região de Awaris, os Sanõma são parte do povo Yanomami. Com grande conhecimento ecológico e de seu território, os Sanõma produzem este mix com mais de 10 espécies de cogumelos que pode ser utilizado em uma série de receitas. Além do sabor único, a produção do mix ajuda a manter a cultura Yanomami viva. Grandes Chefs de cozinha já utilizam os cogumelos Sanõma, que tal soltar sua criatividade? Na loja CANOA, você encontra o mix de cogumelos desidratados e em pó. #resistenciaindigena  #yanomami  #sanoma  #Amazonia  #Roraima  #povosindigenas  #povosoriginarios  #DemarcaçãoJá  #artecanoa  #cogumelos  #arteindigenacanoa  #Brasil 
Os Guarani são conhecidos como "povos de resistência" pois resistem culturalmente há mais de 500 anos a uma colonização cruel e impiedosa que os tirou quase tudo. Sua língua nativa falada até os dias de hoje, sua religiosidade muito forte e a produção de suas artes é o que os conecta à sua ancestralidade. A entrada de recursos nas aldeias pela venda de seus artesanatos é de extrema importância para garantia da sobrevivência e manutenção da cultura. Além disso, muitos necessitam quase que diariamente desta atividade, já que suas terras não são suficientes para garantir a segurança alimentar de suas famílias. Quase sempre, esse recurso é para comprar alimentos. 
No sentido de preservar esse patrimônio cultural de nossa região, acreditamos que a forma de viver do Povo Guarani deve ser respeitada. (...) Arte e Cultura enriquecem nosso país e consequentemente nossa cidade, contribuindo diretamente para o crescimento turístico da região. Nós da loja C.A.N.O.A. demonstramos nosso apoio irrestrito à todos os povos tradicionais e indígenas quanto a exposição de seus artesanatos no Centro Histórico de Paraty. #arteindigena #povosindigenas #artecanoa #paraty #centrohistórico #demarcaçãojá #brasil #artesanato #direitosindigenas #guarani #guarani_mbya

Leia na íntegra o Manifesto de Apoio à arte Guarani em Paraty em nossa página no facebook. Link na bio.
Os Guarani são conhecidos como "povos de resistência" pois resistem culturalmente há mais de 500 anos a uma colonização cruel e impiedosa que os tirou quase tudo. Sua língua nativa falada até os dias de hoje, sua religiosidade muito forte e a produção de suas artes é o que os conecta à sua ancestralidade. A entrada de recursos nas aldeias pela venda de seus artesanatos é de extrema importância para garantia da sobrevivência e manutenção da cultura. Além disso, muitos necessitam quase que diariamente desta atividade, já que suas terras não são suficientes para garantir a segurança alimentar de suas famílias. Quase sempre, esse recurso é para comprar alimentos. No sentido de preservar esse patrimônio cultural de nossa região, acreditamos que a forma de viver do Povo Guarani deve ser respeitada. (...) Arte e Cultura enriquecem nosso país e consequentemente nossa cidade, contribuindo diretamente para o crescimento turístico da região. Nós da loja C.A.N.O.A. demonstramos nosso apoio irrestrito à todos os povos tradicionais e indígenas quanto a exposição de seus artesanatos no Centro Histórico de Paraty. #arteindigena  #povosindigenas  #artecanoa  #paraty  #centrohistórico  #demarcaçãojá  #brasil  #artesanato  #direitosindigenas  #guarani  #guarani_mbya  Leia na íntegra o Manifesto de Apoio à arte Guarani em Paraty em nossa página no facebook. Link na bio.
PIMENTA BANIWA

Na floresta amazônica, Jiquitaia é uma formiga pequena e invocada, cuja picada arde muito. Vem daí o nome da pimenta produzida pelo povo Baniwa, habitantes do Alto Rio Negro.

De conhecimento ancestral, passado de geração em geração, usam-se para fazer a Jiquitaia original, cerca de 74 pimentas amazônicas. Cada india Baniwa tem um jeito único de preparar a jiquitaia, isso torna cada pimenta uma criação singular.

Deu vontade, né? Confira aqui no CANOA.

#resistenciaindigena #baniwa #Amazonia #altoRioNegro
#povosindigenas #povosoriginarios #DemarcaçãoJá

#artecanoa #pimenta #pimentabaniwa #food #pepper
#arteindigenacanoa
#Brasil #Paraty
PIMENTA BANIWA Na floresta amazônica, Jiquitaia é uma formiga pequena e invocada, cuja picada arde muito. Vem daí o nome da pimenta produzida pelo povo Baniwa, habitantes do Alto Rio Negro. De conhecimento ancestral, passado de geração em geração, usam-se para fazer a Jiquitaia original, cerca de 74 pimentas amazônicas. Cada india Baniwa tem um jeito único de preparar a jiquitaia, isso torna cada pimenta uma criação singular. Deu vontade, né? Confira aqui no CANOA. #resistenciaindigena  #baniwa  #Amazonia  #altoRioNegro  #povosindigenas  #povosoriginarios  #DemarcaçãoJá  #artecanoa  #pimenta  #pimentabaniwa  #food  #pepper  #arteindigenacanoa  #Brasil  #Paraty 
A criança aprende por imitação. Essa sabedoria ancestral permite que nas aldeias as crianças participem de toda a vida dos adultos, acompanhando nas caçadas, nas plantações, na produção dos artefatos, nas festas e rituais. Assim, aos poucos, ela compreende a importância dos atos, as relações sociais e seu papel na comunidade.

Um agradecimento especial aos pais indigenas que com muito respeito e amor cuidam de suas crianças. 
Feliz dia dos pais! 
Foto de @kohleralice
Na aldeia Yawalapiti, Alto Xingu, Mato Grosso.

#povosindigenas #povosoriginarios  #arteindigena  #artecanoa #diadospais #demarcaçãoJá #Brasil #xingu #yawalapiti
A criança aprende por imitação. Essa sabedoria ancestral permite que nas aldeias as crianças participem de toda a vida dos adultos, acompanhando nas caçadas, nas plantações, na produção dos artefatos, nas festas e rituais. Assim, aos poucos, ela compreende a importância dos atos, as relações sociais e seu papel na comunidade. Um agradecimento especial aos pais indigenas que com muito respeito e amor cuidam de suas crianças. Feliz dia dos pais! Foto de @kohleralice Na aldeia Yawalapiti, Alto Xingu, Mato Grosso. #povosindigenas  #povosoriginarios  #arteindigena  #artecanoa  #diadospais  #demarcaçãoJá  #Brasil  #xingu  #yawalapiti 
Hoje, mais que um dia comemorativo, é uma data de resistência e luta para garantir os direitos dos povos originários.

Permeadores das culturas, os indígenas permanecem na natureza, nos ensinando que também somos parte dela. Nesse sentido, a manutenção da cultura dos povos indígenas é responsabilidade de todos.

Foto da nossa querida amiga e parceira @kohleralice dos povos:
Kayapó - Pará, 
Yawalapiti - Xingu, Mato Grosso
Assurini do Xingu - Pará

#resistenciaindigena #diainternacionaldospovosindigenas #povosindigenas #povosoriginarios #9deagosto #DemarcaçãoJá
#artecanoa
#arteindigenacanoa
#Brasil
Hoje, mais que um dia comemorativo, é uma data de resistência e luta para garantir os direitos dos povos originários. Permeadores das culturas, os indígenas permanecem na natureza, nos ensinando que também somos parte dela. Nesse sentido, a manutenção da cultura dos povos indígenas é responsabilidade de todos. Foto da nossa querida amiga e parceira @kohleralice dos povos: Kayapó - Pará, Yawalapiti - Xingu, Mato Grosso Assurini do Xingu - Pará #resistenciaindigena  #diainternacionaldospovosindigenas  #povosindigenas  #povosoriginarios  #9deagosto  #DemarcaçãoJá  #artecanoa  #arteindigenacanoa  #Brasil 
"Fazer cestaria de arumã com esmero é tornar-se adulto, atestado de como sobreviver no mundo." - Beto Ricardo 
O homem Baniwa colhe o arumã, recolhe as plantas que servirão para o tingimento e a fixação das cores, prepara e corta a palha, realiza o trançado das peneiras, dos cestos e do tipiti. A mulher Baniwa rala, espreme a massa de mandioca ralada no tipiti, coa na peneira, processa a mandioca: faz farinha e beijus nos artefatos criados pelo seu homem. É assim desde sempre.

Foto: detalhe de cesto de Arumã, povo Baniwa, Amazônia

#povosindigenas
#artebaniwa #baniwa #arteindigena #artecanoa #DemarcaçãoJá  #amazonas #cestaria
"Fazer cestaria de arumã com esmero é tornar-se adulto, atestado de como sobreviver no mundo." - Beto Ricardo O homem Baniwa colhe o arumã, recolhe as plantas que servirão para o tingimento e a fixação das cores, prepara e corta a palha, realiza o trançado das peneiras, dos cestos e do tipiti. A mulher Baniwa rala, espreme a massa de mandioca ralada no tipiti, coa na peneira, processa a mandioca: faz farinha e beijus nos artefatos criados pelo seu homem. É assim desde sempre. Foto: detalhe de cesto de Arumã, povo Baniwa, Amazônia #povosindigenas  #artebaniwa  #baniwa  #arteindigena  #artecanoa  #DemarcaçãoJá  #amazonas  #cestaria 
ESTEIRAS INDÍGENAS 
As esteiras indígenas são utilizadas para muitos fins, servem  principalmente para peneirar e lavar a mandioca depois de ralada, mas também é usada como enfeite, bandeja, assento, cama, mortalha e  até para guardar os cigarros do pajé.

Morremos de amores pelas artes dos povos indígenas. Aqui na foto, belíssimas esteiras dos povos do Alto Xingu. 
#artecanoa #paraty #arte #povosindigenas #comunidadestradicionais #canoa #culturaindigena #cultura #DemarcaçãoJá #artepopular #xingu #artesanatoregional #artesanato #regional
ESTEIRAS INDÍGENAS As esteiras indígenas são utilizadas para muitos fins, servem principalmente para peneirar e lavar a mandioca depois de ralada, mas também é usada como enfeite, bandeja, assento, cama, mortalha e até para guardar os cigarros do pajé. Morremos de amores pelas artes dos povos indígenas. Aqui na foto, belíssimas esteiras dos povos do Alto Xingu. #artecanoa  #paraty  #arte  #povosindigenas  #comunidadestradicionais  #canoa  #culturaindigena  #cultura  #DemarcaçãoJá  #artepopular  #xingu  #artesanatoregional  #artesanato  #regional 
Viemos pra São Paulo participar do evento "o que é q a floresta tem" no mercado de Pinheiros. Fortalecendo nossas parcerias em prol da floresta e seus povos!
Realização do ISA e Instituto ATA

Até as 16h, vem, ta lindo!!
Viemos pra São Paulo participar do evento "o que é q a floresta tem" no mercado de Pinheiros. Fortalecendo nossas parcerias em prol da floresta e seus povos! Realização do ISA e Instituto ATA Até as 16h, vem, ta lindo!!
Mais uma Flip chega ao final! 
Foram dias intensos de debates sobre literatura e o ato politico de escrever. Temas como racismo, feminismo e o direito a diversidade ecoaram na cidade na fala de muitos autores e autoras. 
A feira da economia solidária “Parati Ocupa Paraty” fruto de uma construção coletiva mostrou para o mundo o melhor da riqueza que nossa gente produz no seu dia-a-dia!
Vida longa aos movimentos sociais! Viva as culturas  tradicionais e populares!
E como disse Conceição Evaristo na mesa de encerramento, não abriremos mão de ter a fala das mulheres, negros e todas as minorias representadas e presentes nos próximos anos!

Valeu Flip 2017, ano que vem tem mais! 
Foto: Lucas Benites, da Aldeia Sapukai (Angra dos Reis - RJ) fala sobre a importância da venda do artesanato para a economia das famílias Guarani Mbya!

#demarcaçãojá 
#arteindigenacanoa
Mais uma Flip chega ao final! Foram dias intensos de debates sobre literatura e o ato politico de escrever. Temas como racismo, feminismo e o direito a diversidade ecoaram na cidade na fala de muitos autores e autoras. A feira da economia solidária “Parati Ocupa Paraty” fruto de uma construção coletiva mostrou para o mundo o melhor da riqueza que nossa gente produz no seu dia-a-dia! Vida longa aos movimentos sociais! Viva as culturas tradicionais e populares! E como disse Conceição Evaristo na mesa de encerramento, não abriremos mão de ter a fala das mulheres, negros e todas as minorias representadas e presentes nos próximos anos! Valeu Flip 2017, ano que vem tem mais! Foto: Lucas Benites, da Aldeia Sapukai (Angra dos Reis - RJ) fala sobre a importância da venda do artesanato para a economia das famílias Guarani Mbya! #demarcaçãojá  #arteindigenacanoa 
O que dizer dessas cenas de Flip? Nossos corações transbordam com esses leitores mirins!! #flip2017 #canoaartepopular #leitura #paraty #artesanato
Ultimo dia da Flip ainda dá tempo de flipar! 
Aproveite para nos visitar e levar de lembrança pra casa arte indígena e popular da melhor qualidade! 
Helô está lindíssima usando brincos de miçangas da etnia Kayapó e colar de sementes da etnia Rikbaktsa. 
#arteindigenacanoa #flip #flip2017  #paraty #artesanato #arteindígena
Ultimo dia da Flip ainda dá tempo de flipar! Aproveite para nos visitar e levar de lembrança pra casa arte indígena e popular da melhor qualidade! Helô está lindíssima usando brincos de miçangas da etnia Kayapó e colar de sementes da etnia Rikbaktsa. #arteindigenacanoa  #flip  #flip2017  #paraty  #artesanato  #arteindígena 
Parati Ocupa Paraty

Jovens da aldeia Sapukai de Angra dos Reis presentes na conversa sobre a importância do fortalecimento do artesanato para o modo de vida do Guarani Mbya
#demarcaçãojá 
#arteindigenacanoa
Parati Ocupa Paraty Jovens da aldeia Sapukai de Angra dos Reis presentes na conversa sobre a importância do fortalecimento do artesanato para o modo de vida do Guarani Mbya #demarcaçãojá  #arteindigenacanoa 
Neste sábado da FLIP, fomos convidados pela liderança Lucas Xenu Benites pra falar da importância do artesanato, e sobre a presença dos indígenas no Centro Histórico de Paraty. Venha!! Será as 10:30 da manhã no espaço " Parati ocupa Paraty", que está no areal do Pontal e foi montado pelo movomento da econômica solidária. 😉
 #PovosIndígenas #artecanoa #guarani #arteguarani #DemarcaçãoJá #flip2017 #flip #artesanato
Neste sábado da FLIP, fomos convidados pela liderança Lucas Xenu Benites pra falar da importância do artesanato, e sobre a presença dos indígenas no Centro Histórico de Paraty. Venha!! Será as 10:30 da manhã no espaço " Parati ocupa Paraty", que está no areal do Pontal e foi montado pelo movomento da econômica solidária. 😉 #PovosIndígenas  #artecanoa  #guarani  #arteguarani  #DemarcaçãoJá  #flip2017  #flip  #artesanato 
"O Mundo Tukano antes dos Brancos" é o livro lançado por Álvaro Tukano na 15a Festa Literária em Paraty. São ensaios e um diário que conta a história do seu povo e sua militância política pelos direitos indígenas. Álvaro visitou o C.A.N.O.A. e emocionou toda a equipe com suas palavras de sabedoria!
#DemarcaçãoJá #arteindigenacanoa
"O Mundo Tukano antes dos Brancos" é o livro lançado por Álvaro Tukano na 15a Festa Literária em Paraty. São ensaios e um diário que conta a história do seu povo e sua militância política pelos direitos indígenas. Álvaro visitou o C.A.N.O.A. e emocionou toda a equipe com suas palavras de sabedoria! #DemarcaçãoJá  #arteindigenacanoa 
Álvaro Tukano pensador do Alto Rio Negro, precursor do movimento indígena brasileiro, importante líderança nos visitou e contou sobre a sabedoria do seu povo e a importância do respeito pela terra.
#DemarcaçãoJá #arteindigenacanoa
Álvaro Tukano pensador do Alto Rio Negro, precursor do movimento indígena brasileiro, importante líderança nos visitou e contou sobre a sabedoria do seu povo e a importância do respeito pela terra. #DemarcaçãoJá  #arteindigenacanoa 
Paraty esta linda nesse inverno!!! Um sol gostoso, passeio de barco, praias, cachoeiras e muita cultura!!! No lindíssimo centro histórico vc encontra o melhor da arte indígena e de comunidades tradicionais em nossas lojas. Vem!!
Paraty esta linda nesse inverno!!! Um sol gostoso, passeio de barco, praias, cachoeiras e muita cultura!!! No lindíssimo centro histórico vc encontra o melhor da arte indígena e de comunidades tradicionais em nossas lojas. Vem!!