an online Instagram web viewer
  • garocha319
    Gabriel Rocha
    @garocha319

Images by garocha319

Viados que se balançam em árvores.
Viados que se balançam em árvores.
Desses  rostos se (fez) o meu 
José Moreira da Rocha

28/11/1941

Ele tem olho azul, é de sargitário, pele inegavelmente branca, queimado pelo sol na lavoura durante muitas décadas, mas ainda assim a pele dele é branca. Eu não tenho pele branca, mas tenho  o sangue dele, sangue que veio em algum momento da Europa, Europa que foi conquistado em algum momento por pessoas que vieram da África. Sabe aquela coisa que os homo sapiens surgiram na África e se espalharam pelos continentes, então é isso. Mas não vem ao caso, gosto de falar que não vem as coisas ao caso, mas tudo vem ao caso. É gostoso pensar na minha família, nas origens do sangue, na origem da vida e da de tudo. 
Sempre tive meu vô perto, nasci em Caratinga, morava perto dele e da minha vó, lembro dele rir enquanto eu chorava no colo dele  quando era criança, lembro de ver garrafas de catuaba no armário da cozinha. Hj vejo garrafas de catuaba pelo chão nos rolês e meu vô nas ocasiões especiais de família. Queria falar mais dele, mas eu sou ele, falando de mim falo dele, o que vc quer saber sobre mim?
Desses rostos se (fez) o meu José Moreira da Rocha 28/11/1941 Ele tem olho azul, é de sargitário, pele inegavelmente branca, queimado pelo sol na lavoura durante muitas décadas, mas ainda assim a pele dele é branca. Eu não tenho pele branca, mas tenho o sangue dele, sangue que veio em algum momento da Europa, Europa que foi conquistado em algum momento por pessoas que vieram da África. Sabe aquela coisa que os homo sapiens surgiram na África e se espalharam pelos continentes, então é isso. Mas não vem ao caso, gosto de falar que não vem as coisas ao caso, mas tudo vem ao caso. É gostoso pensar na minha família, nas origens do sangue, na origem da vida e da de tudo. Sempre tive meu vô perto, nasci em Caratinga, morava perto dele e da minha vó, lembro dele rir enquanto eu chorava no colo dele quando era criança, lembro de ver garrafas de catuaba no armário da cozinha. Hj vejo garrafas de catuaba pelo chão nos rolês e meu vô nas ocasiões especiais de família. Queria falar mais dele, mas eu sou ele, falando de mim falo dele, o que vc quer saber sobre mim?
Partiu sexta! Se não for para ter sofrencia a gente nem vai#medobobo
Partiu sexta! Se não for para ter sofrencia a gente nem vai#medobobo 
A meia mais renascentista que você respeita, (não sei se dá para ver mas é uma meia do quadro "O Nascimento de Vênus")
A meia mais renascentista que você respeita, (não sei se dá para ver mas é uma meia do quadro "O Nascimento de Vênus")
Desses rostos (se) fez o meu

Maria José Moreira da Rocha

Essa é minha avó materna, mãe da minha mãe, pois bem,  se eu começar a descrever ela em algum momento eu vou estar me auto descrevendo. Ela foi fundamental na minha criação dos 0 aos dez anos. Minha mãe saia para trabalhar de manhã, eu ficava com minha vó, de tarde eu ia para escola e so via minha mãe de noite. Minhas manhãs eram com a vó Maria. Já cresci e amadureci o suficiente para ter opinião própria e analisar a vida da minha vó, ela é uma mulher forte que soube criar e educar 7 outras mulheres fortes e um homem, proporcionou aos seus filhos um ambiente familiar muito saudável mesmo com todas as privações financeiras, mas sei lá, uma coisa que falta muito na minha vó é amor próprio, faltam várias outras coisas como por exemplo um pouco de liberdade para com sigo mesma. Essas coisas também faltam em mim.  Essa mulher minha avó, para o bem ou para o mau , está amplamente presente em mim. Um dia te conto tudo sobre.
Desses rostos (se) fez o meu Maria José Moreira da Rocha Essa é minha avó materna, mãe da minha mãe, pois bem, se eu começar a descrever ela em algum momento eu vou estar me auto descrevendo. Ela foi fundamental na minha criação dos 0 aos dez anos. Minha mãe saia para trabalhar de manhã, eu ficava com minha vó, de tarde eu ia para escola e so via minha mãe de noite. Minhas manhãs eram com a vó Maria. Já cresci e amadureci o suficiente para ter opinião própria e analisar a vida da minha vó, ela é uma mulher forte que soube criar e educar 7 outras mulheres fortes e um homem, proporcionou aos seus filhos um ambiente familiar muito saudável mesmo com todas as privações financeiras, mas sei lá, uma coisa que falta muito na minha vó é amor próprio, faltam várias outras coisas como por exemplo um pouco de liberdade para com sigo mesma. Essas coisas também faltam em mim. Essa mulher minha avó, para o bem ou para o mau , está amplamente presente em mim. Um dia te conto tudo sobre.
eu que escrevi
eu que escrevi
Antes de morrer eu quero me amar,  aceitar,  perdoar,  conhecer, ... quero me permitir ser eu
#beforeidie #antesdemorrer #zonalast #verbogentileza
Desses (rostos)  se fez o meu

Esses dias tô em meio a uma crise de identidade, por mais que 'crise' e problemas com 'identidade' seja algo muito comum. Essa é específica, não sei meu nome de drag. 
Eu costumava pensar em 'Maria Fernanda' que é um bom nome, me representa, mas tem sua origem apenas nas minhas lembranças dá minha família materna. E pasme, eu tenho uma família paterna. Eu tenho um pai da mesma forma que eu tenho uma mãe. Por mais que possa me incomodar em alguns momentos, é importante aceitar, que parte da minha origem, do que eu sou e serei vem da família do meu pai, vem dá minha vovó Lindaura.
E aí?
O que vc me diz?
Que tal eu mudar meu nome de Drag para ... Lindaura. Tem personalidade não é msm?
Sobre minha vó Lindaura: ela tem energia, vitalidade, e um monte de outras coisas que todo mundo tem​, mas o que vem dela é especial.
Desses (rostos) se fez o meu Esses dias tô em meio a uma crise de identidade, por mais que 'crise' e problemas com 'identidade' seja algo muito comum. Essa é específica, não sei meu nome de drag. Eu costumava pensar em 'Maria Fernanda' que é um bom nome, me representa, mas tem sua origem apenas nas minhas lembranças dá minha família materna. E pasme, eu tenho uma família paterna. Eu tenho um pai da mesma forma que eu tenho uma mãe. Por mais que possa me incomodar em alguns momentos, é importante aceitar, que parte da minha origem, do que eu sou e serei vem da família do meu pai, vem dá minha vovó Lindaura. E aí? O que vc me diz? Que tal eu mudar meu nome de Drag para ... Lindaura. Tem personalidade não é msm? Sobre minha vó Lindaura: ela tem energia, vitalidade, e um monte de outras coisas que todo mundo tem​, mas o que vem dela é especial.
Descobri que amo carnaval, olha que gente linda ❤💚💛💙💜 #carnadet
Descobri que amo carnaval, olha que gente linda ❤💚💛💙💜 #carnadet 
Tamu todas arregaçadas na Savassi,
Tamu todas arregaçadas na Savassi,
(Desses) rostos se fez o meu.

Bisavô Margarida (a mãe dá mãe dá minha mãe), 6 de maio, taurina.

Sabe aquela coisa de estar crescendo e tudo ser muito confuso? Vey tô escrevendo isso e falta 12 minutos para eu ter 18 anos, já vivi 18 anos o que aconteceu com o mundo durante esse tempo? Durante o tempo que eu "existo".
Desculpe não sei se tá legal ler isso, não sei o que vc sente sobre mim. Mas vou te contar o que sinto pelas minhas pernas: elas tem muitos pelos! Dez anos atrás não era assim. Eu cresci )¿?( . o objetivo e deixar essa pontuação esquisita mesmo para representar a bagunça dá minha cabeça (no meio de tudo tem tanta coisa boa, tem tanta coisa boa no meio de tudo).
Tô escrevendo de forma desleixada, pois quando eu escrevo com zelo e capricho não sai! Fico com vergonha de cada letra e apago tudo.
Voltando para o objetivo: para entender, tentar entender (valorizem meu esforço) quem eu sou, de onde eu vim e o que e quem participou dá formação da minha formação como corpo e mente. Tirei fotos das minhas origens.
Nossa já escrevi muito, tá uma bagunça e não falei nada dá minha bisavó.
Bom ela chama Margarida, mora numa cidade chamada Ubaporanga, tem uns 94 anos com margem de erro para 96, acho que ela gosta de mim : diz que tenho uma prosa boa, ideias boas, ela é muito lúcida. Vou parar de escrever pq (sim quero escrever "pq", tem uns 4 jeitos de escrever por que, me poupem) não sei muito sobre ela, e tenho um afeto, um afeto bem verdadeiro sabe? Que não dá para transformar em palavras.
(Desses) rostos se fez o meu. Bisavô Margarida (a mãe dá mãe dá minha mãe), 6 de maio, taurina. Sabe aquela coisa de estar crescendo e tudo ser muito confuso? Vey tô escrevendo isso e falta 12 minutos para eu ter 18 anos, já vivi 18 anos o que aconteceu com o mundo durante esse tempo? Durante o tempo que eu "existo". Desculpe não sei se tá legal ler isso, não sei o que vc sente sobre mim. Mas vou te contar o que sinto pelas minhas pernas: elas tem muitos pelos! Dez anos atrás não era assim. Eu cresci )¿?( . o objetivo e deixar essa pontuação esquisita mesmo para representar a bagunça dá minha cabeça (no meio de tudo tem tanta coisa boa, tem tanta coisa boa no meio de tudo). Tô escrevendo de forma desleixada, pois quando eu escrevo com zelo e capricho não sai! Fico com vergonha de cada letra e apago tudo. Voltando para o objetivo: para entender, tentar entender (valorizem meu esforço) quem eu sou, de onde eu vim e o que e quem participou dá formação da minha formação como corpo e mente. Tirei fotos das minhas origens. Nossa já escrevi muito, tá uma bagunça e não falei nada dá minha bisavó. Bom ela chama Margarida, mora numa cidade chamada Ubaporanga, tem uns 94 anos com margem de erro para 96, acho que ela gosta de mim : diz que tenho uma prosa boa, ideias boas, ela é muito lúcida. Vou parar de escrever pq (sim quero escrever "pq", tem uns 4 jeitos de escrever por que, me poupem) não sei muito sobre ela, e tenho um afeto, um afeto bem verdadeiro sabe? Que não dá para transformar em palavras.