an online Instagram web viewer
  • psicologa.katiulce
    Atelier das Emoções
    @psicologa.katiulce

Images by psicologa.katiulce

Sobre manter-se em uma situação que já não faz mais sentido, que não proporciona completude, que ao invés de prazer deriva tristeza. É essencial perceber quando não há mais troca, investir tempo e sonhos é perca de tempo! Então não procrastine mais essa tomada de decisão, opte por sua felicidade, por permitir-se ter um amanhã condizente com o que você merece. 
Arrisque-se e descubra que existem pessoas e cenários que valem a pena ser desfrutados, não se acomode com o que não faz bem!
Abraços 🤗
#PsicologaKatiulce 
#AtelierDasEmoções
Sobre manter-se em uma situação que já não faz mais sentido, que não proporciona completude, que ao invés de prazer deriva tristeza. É essencial perceber quando não há mais troca, investir tempo e sonhos é perca de tempo! Então não procrastine mais essa tomada de decisão, opte por sua felicidade, por permitir-se ter um amanhã condizente com o que você merece. Arrisque-se e descubra que existem pessoas e cenários que valem a pena ser desfrutados, não se acomode com o que não faz bem! Abraços 🤗 #PsicologaKatiulce  #AtelierDasEmoções 
Essa frase do meu amigo @ricardocoiro fala muito sobre o comportamento nas redes sociais. Através delas podemos simular e transparecer a vida que gostaríamos de ter, mas que não necessariamente temos, podemos encontrar um ângulo que nos favoreça e uma iluminação que contribua para que a representação da vida “perfeita” seja fidedigna com a nossa idealização, e seja QUASE convincente. Quase por que podemos enganar quem vê as fotos, o ex namorado, o crush, a ex amiga, os familiares, mas não podemos enganar a nós mesmos! Sua vida está acontecendo agora, bem ai, ao lado das pessoas que você não ouve e nem vê pois está no celular.
Obviamente que as redes sociais tem uma função na sociedade moderna e se utilizadas de forma consciente trazem benefícios e inclusive nos reaproximam de algumas pessoas. 
O que quero trazer com esse post é a importância de não perdermos a conexão com a própria vida, com os sorrisos, abraços e conversas reais que deixamos de apreciar para elaborar fotos e posts para uma rede social. 
Acredite, a melhor “curtida” eh você quem SENTE ao desfrutar momentos felizes! 
Abraços 🤗 
#PsicologaKatiulce
#AtelierDasEmoções
Essa frase do meu amigo @ricardocoiro fala muito sobre o comportamento nas redes sociais. Através delas podemos simular e transparecer a vida que gostaríamos de ter, mas que não necessariamente temos, podemos encontrar um ângulo que nos favoreça e uma iluminação que contribua para que a representação da vida “perfeita” seja fidedigna com a nossa idealização, e seja QUASE convincente. Quase por que podemos enganar quem vê as fotos, o ex namorado, o crush, a ex amiga, os familiares, mas não podemos enganar a nós mesmos! Sua vida está acontecendo agora, bem ai, ao lado das pessoas que você não ouve e nem vê pois está no celular. Obviamente que as redes sociais tem uma função na sociedade moderna e se utilizadas de forma consciente trazem benefícios e inclusive nos reaproximam de algumas pessoas. O que quero trazer com esse post é a importância de não perdermos a conexão com a própria vida, com os sorrisos, abraços e conversas reais que deixamos de apreciar para elaborar fotos e posts para uma rede social. Acredite, a melhor “curtida” eh você quem SENTE ao desfrutar momentos felizes! Abraços 🤗 #PsicologaKatiulce  #AtelierDasEmoções 
Não importa em quantos pedaços seu coração foi partido, o mundo não pára para que você o conserte. 
A vida continua e se você prolongar a situação, questionando, lamentando e sentindo pena de si mesmo - por tamanha injustiça - só adiará o processo de cura.
Não controlamos o outro, as circunstâncias e o mundo, a única variável que podemos mudar é nossa forma de lidar com a situação, sendo assim, não demore para tomar um novo rumo, para tomar as medidas necessárias para sair da situação dolorosa.
Talvez hoje você esteja desesperançoso, e acredite não ter forças, se este for o caso, procure ajuda, mas não desanime, pois há sim outras formas de ser feliz novamente!
#PsicologaKatiulce 
#AtelierDasEmoções
Não importa em quantos pedaços seu coração foi partido, o mundo não pára para que você o conserte. A vida continua e se você prolongar a situação, questionando, lamentando e sentindo pena de si mesmo - por tamanha injustiça - só adiará o processo de cura. Não controlamos o outro, as circunstâncias e o mundo, a única variável que podemos mudar é nossa forma de lidar com a situação, sendo assim, não demore para tomar um novo rumo, para tomar as medidas necessárias para sair da situação dolorosa. Talvez hoje você esteja desesperançoso, e acredite não ter forças, se este for o caso, procure ajuda, mas não desanime, pois há sim outras formas de ser feliz novamente! #PsicologaKatiulce  #AtelierDasEmoções 
🎼" Nada do que foi será, 
De novo do jeito que já foi um dia
TUDO PASSA
TUDO SEMPRE PASSARÁ 
A vida vem em ondas
Como um mar
Num indo e vindo infinito

Tudo que se vê não é
Igual ao que a gente
Viu há um segundo
Tudo muda o tempo todo
No mundo

Não adianta fugir
Nem mentir
Pra si mesmo agora
Há tanta vida lá fora
Aqui dentro sempre
Como uma onda no mar" 🎤

#AtelierDasEmoções
#PsicologaKatiulce
🎼" Nada do que foi será, De novo do jeito que já foi um dia TUDO PASSA TUDO SEMPRE PASSARÁ A vida vem em ondas Como um mar Num indo e vindo infinito Tudo que se vê não é Igual ao que a gente Viu há um segundo Tudo muda o tempo todo No mundo Não adianta fugir Nem mentir Pra si mesmo agora Há tanta vida lá fora Aqui dentro sempre Como uma onda no mar" 🎤 #AtelierDasEmoções  #PsicologaKatiulce 
Eu gosto muito dessa imagem, e ela sempre vem na minha mente quando percebo alguém praticando o que ela indica.
Será que se realmente não nos importamos com algo/alguém precisamos manter o assunto vivo em nossas conversas cotidianas e/ou postagens nas redes sociais? 
Será que se isso - de verdade - não me afeta eu preciso “gritar ao mundo” e me certificar de “provar” isso?
Essa ânsia em MOSTRAR algo, talvez indique que está acontecendo justamente o contrário, que tal assunto ainda o mobiliza muito emocionalmente.
Nutrir tais pensamentos/sentimentos pode desencadear um acúmulo de lixo emocional que fará mal a sua saúde psíquica! 
Ao invés disso, invista seu tempo e energia em quem lhe faz bem! 
Abraços 🤗 
#PsicologaKatiulce
#AtelierDasEmoções
Eu gosto muito dessa imagem, e ela sempre vem na minha mente quando percebo alguém praticando o que ela indica. Será que se realmente não nos importamos com algo/alguém precisamos manter o assunto vivo em nossas conversas cotidianas e/ou postagens nas redes sociais? Será que se isso - de verdade - não me afeta eu preciso “gritar ao mundo” e me certificar de “provar” isso? Essa ânsia em MOSTRAR algo, talvez indique que está acontecendo justamente o contrário, que tal assunto ainda o mobiliza muito emocionalmente. Nutrir tais pensamentos/sentimentos pode desencadear um acúmulo de lixo emocional que fará mal a sua saúde psíquica! Ao invés disso, invista seu tempo e energia em quem lhe faz bem! Abraços 🤗 #PsicologaKatiulce  #AtelierDasEmoções 
Talvez você já tenha buscado ajuda especializada para escolher o cardápio e os exercícios corretos para mudar os seus hábitos, mas ainda assim não tenha obtido o resultado esperado pois tem dificuldade de aderir ao planejamento.
Provavelmente um fator que tem contribuído é que você tenha esquecido que mudar hábitos é um processo que envolve (e muito!) o seu psicológico e para ter sucesso é indispensável mudar também nossa forma de interpretar e pensar a relação com a comida.
A terapia cognitiva baseia-se no conceito de que a maneira que pensamos afeta o que sentimos e fazemos. Por exemplo, quando você sente fome, podem aparecer pensamentos sabotadores em sua mente como: “a alimentação da dieta não está acessível e eu não posso esperar”, ou “o alimento sugerido na dieta não será suficiente para me saciar”. E em resposta você pode se sentir tentado a ir atrás de qualquer alimento, se auto enganando que é uma necessidade.
Mas se ao invés de apenas pensar e reagir você encontrar respostas adaptativas para confrontar os pensamentos sabotadores como: “tudo bem, vou comer em breve, posso esperar”, “a minha dieta está prescrita e adequada para as minhas necessidades, então não tenho com o que me preocupar”.
Se você conseguir fazer esse exercício se sentirá no controle da situação e perceberá o quanto os pensamentos que aparecem de forma automática em sua cabeça atrapalham esse processo e constatará que lidar com eles é a chave do sucesso.
A terapia cognitiva pode ajudá-lo a lidar com estes pensamentos sabotadores e a responder de forma mais funcional a sensações de desconforto que surgem durante o processo de mudança como, sensação de estar em privação, sensação de estar sobrecarregado, cansado, injustiçado. Desta forma você desenvolverá a habilidade de resolver problemas práticos e psicológicos, reciclando pensamentos e inovando em seus comportamentos, não apenas no processo de emagrecimento, mas para sua vida.
Abraços 🤗 
#PsicologaKatiulce
#AtelierDasEmoções
#Aguenta45
Talvez você já tenha buscado ajuda especializada para escolher o cardápio e os exercícios corretos para mudar os seus hábitos, mas ainda assim não tenha obtido o resultado esperado pois tem dificuldade de aderir ao planejamento. Provavelmente um fator que tem contribuído é que você tenha esquecido que mudar hábitos é um processo que envolve (e muito!) o seu psicológico e para ter sucesso é indispensável mudar também nossa forma de interpretar e pensar a relação com a comida. A terapia cognitiva baseia-se no conceito de que a maneira que pensamos afeta o que sentimos e fazemos. Por exemplo, quando você sente fome, podem aparecer pensamentos sabotadores em sua mente como: “a alimentação da dieta não está acessível e eu não posso esperar”, ou “o alimento sugerido na dieta não será suficiente para me saciar”. E em resposta você pode se sentir tentado a ir atrás de qualquer alimento, se auto enganando que é uma necessidade. Mas se ao invés de apenas pensar e reagir você encontrar respostas adaptativas para confrontar os pensamentos sabotadores como: “tudo bem, vou comer em breve, posso esperar”, “a minha dieta está prescrita e adequada para as minhas necessidades, então não tenho com o que me preocupar”. Se você conseguir fazer esse exercício se sentirá no controle da situação e perceberá o quanto os pensamentos que aparecem de forma automática em sua cabeça atrapalham esse processo e constatará que lidar com eles é a chave do sucesso. A terapia cognitiva pode ajudá-lo a lidar com estes pensamentos sabotadores e a responder de forma mais funcional a sensações de desconforto que surgem durante o processo de mudança como, sensação de estar em privação, sensação de estar sobrecarregado, cansado, injustiçado. Desta forma você desenvolverá a habilidade de resolver problemas práticos e psicológicos, reciclando pensamentos e inovando em seus comportamentos, não apenas no processo de emagrecimento, mas para sua vida. Abraços 🤗 #PsicologaKatiulce  #AtelierDasEmoções  #Aguenta45 
Você costuma se entristecer e chatear com escolhas das pessoas que você ama? 
Naturalmente vamos construindo expectativas a respeito do comportamento das pessoas ao nosso redor, e quando o que esperamos não se concretiza, tendemos a ficar desapontados ou até magoados. Podemos, inclusive, cair na tentação de cobrar da pessoa uma mudança de atitude ou uma explicação a respeito das escolhas dela. 
Mas será que temos este direito? Será que as pessoas devem prestar contas a nós OU deixar de fazer suas escolhas para agradar a outros? 
Pense nisso a próxima vez que se pegar questionando uma escolha que é do outro, podemos sim não concordar, mas isso não nos dá o direito de impor a ele nossa opinião, que é PESSOAL.
Abraços 🤗 
#AtelierDasEmoções
#PsicologaKatiulce
Você costuma se entristecer e chatear com escolhas das pessoas que você ama? Naturalmente vamos construindo expectativas a respeito do comportamento das pessoas ao nosso redor, e quando o que esperamos não se concretiza, tendemos a ficar desapontados ou até magoados. Podemos, inclusive, cair na tentação de cobrar da pessoa uma mudança de atitude ou uma explicação a respeito das escolhas dela. Mas será que temos este direito? Será que as pessoas devem prestar contas a nós OU deixar de fazer suas escolhas para agradar a outros? Pense nisso a próxima vez que se pegar questionando uma escolha que é do outro, podemos sim não concordar, mas isso não nos dá o direito de impor a ele nossa opinião, que é PESSOAL. Abraços 🤗 #AtelierDasEmoções  #PsicologaKatiulce 
Talvez a temática campeã entre os directs que recebo seja relacionamentos amorosos.
Por isso escolhi hoje a imagem acima para falar sobre um dos aspectos, que torna ainda mais doloroso o processo de findar, deixar ir, uma relação ruim. 
Vivemos em uma cultura que prega a completude baseada em outra pessoa, “a tampa da panela”, “a metade da laranja”, desde pequenos vemos filmes e desenhos que tem o “fina feliz” quando o casal finalmente fica junto, ouvimos no contexto familiar piadas e cobranças “ficou para titia”, “solteirão”, “fulano deve ter algum problema pois não arranja ninguém “. Enfim são várias as formas que contribuem para construção de uma crença interna de que apenas seremos “completos” se estivermos em uma relação a dois, onde alguém nos fará feliz. 
Tal crença, depois de arraigada, se torna o pano de fundo pra que você tolere pessoas negligentes, indiferentes e sem disposição para se doar na relação, faz com que você super valorize migalhas de amor e atenção e assim se auto engane que há reciprocidade, e mesmo com todo esforço, as coisas continuam a desandar você ainda se sentirá culpado por não fazer mais, por não lutar incansavelmente para fazer algo fadado ao fracasso dar certo.
Mas acredite, estar em uma relação amorosa não é sinônimo de felicidade, aliás, mesmo uma relação sadia, recíproca e feliz não trás - por si só - completude. Temos muitos outros papéis e situações que podem nos trazer alegrias e realizações e precisamos ter isso claro para não condicionar nossa felicidade a outra pessoa. 
Obviamente não escrevo no sentindo de que as relações não sejam importantes ou também fonte de felicidade, mas escrevo para ressaltar que as relações saudáveis e recíprocas são constituídas por DUAS pessoas, que estão primeiramente bem consigo mesmas e por isso tem disponibilidade e entrega na relação, pois não estão ali por obrigação, mas por que desejam estar juntas e fazer a relação dar certo.
Portanto, cuide de você, coloque-se como prioridade, dedique-se em seus projetos e sonhos, por que sem dúvida essa é a relação que vale a pena investir com retorno garantido! 
Abraços 🤗 
#PsicologaKatiulce
#AtelierDasEmoções
Imagem inspirada @modices
Talvez a temática campeã entre os directs que recebo seja relacionamentos amorosos. Por isso escolhi hoje a imagem acima para falar sobre um dos aspectos, que torna ainda mais doloroso o processo de findar, deixar ir, uma relação ruim. Vivemos em uma cultura que prega a completude baseada em outra pessoa, “a tampa da panela”, “a metade da laranja”, desde pequenos vemos filmes e desenhos que tem o “fina feliz” quando o casal finalmente fica junto, ouvimos no contexto familiar piadas e cobranças “ficou para titia”, “solteirão”, “fulano deve ter algum problema pois não arranja ninguém “. Enfim são várias as formas que contribuem para construção de uma crença interna de que apenas seremos “completos” se estivermos em uma relação a dois, onde alguém nos fará feliz. Tal crença, depois de arraigada, se torna o pano de fundo pra que você tolere pessoas negligentes, indiferentes e sem disposição para se doar na relação, faz com que você super valorize migalhas de amor e atenção e assim se auto engane que há reciprocidade, e mesmo com todo esforço, as coisas continuam a desandar você ainda se sentirá culpado por não fazer mais, por não lutar incansavelmente para fazer algo fadado ao fracasso dar certo. Mas acredite, estar em uma relação amorosa não é sinônimo de felicidade, aliás, mesmo uma relação sadia, recíproca e feliz não trás - por si só - completude. Temos muitos outros papéis e situações que podem nos trazer alegrias e realizações e precisamos ter isso claro para não condicionar nossa felicidade a outra pessoa. Obviamente não escrevo no sentindo de que as relações não sejam importantes ou também fonte de felicidade, mas escrevo para ressaltar que as relações saudáveis e recíprocas são constituídas por DUAS pessoas, que estão primeiramente bem consigo mesmas e por isso tem disponibilidade e entrega na relação, pois não estão ali por obrigação, mas por que desejam estar juntas e fazer a relação dar certo. Portanto, cuide de você, coloque-se como prioridade, dedique-se em seus projetos e sonhos, por que sem dúvida essa é a relação que vale a pena investir com retorno garantido! Abraços 🤗 #PsicologaKatiulce  #AtelierDasEmoções  Imagem inspirada @modices
“Um milhão vezes zero é zero! Ou seja, não coloque sua intensidade onde não tem nada.” Tati Bernardi
Abraços 🤗 
#PsicologaKatiulce
#AtelierDasEmoções
Ilumine seu dia e o de alguém tocando o coração deste com palavras sinceras! Aproveite o dia de hoje e fale de coisas boas, gentis, sorria e veja como irá sentir-se mais leve.
Já escrevi em diversos posts a importância de reciclar os pensamentos e fazer o exercício de contrariar os negativos, e quando estamos focando em observar e ressaltar as coisas boas ao nosso redor, estamos também mudando o foco dos nossos pensamentos. Desta forma elogiar o outro também faz bem a você mesmo, faz o teste hoje e me conta depois!
Escolha ter um dia agradável! 
Abraços 🤗
#PsicologaKatiulce
#AtelierDasEmoções
Ilumine seu dia e o de alguém tocando o coração deste com palavras sinceras! Aproveite o dia de hoje e fale de coisas boas, gentis, sorria e veja como irá sentir-se mais leve. Já escrevi em diversos posts a importância de reciclar os pensamentos e fazer o exercício de contrariar os negativos, e quando estamos focando em observar e ressaltar as coisas boas ao nosso redor, estamos também mudando o foco dos nossos pensamentos. Desta forma elogiar o outro também faz bem a você mesmo, faz o teste hoje e me conta depois! Escolha ter um dia agradável! Abraços 🤗 #PsicologaKatiulce  #AtelierDasEmoções 
Sobre o amor próprio 💕 
Invista seu tempo, seu carinho e expectativas em você, nos seus projetos e na trajetória de vida feliz que você merece ter! Não fique esperando um momento especial para fazer o que você gosta, usar aquela roupa que lhe cai bem ou assistir aquele filme "bobo"! Às vezes perdemos oportunidades de estar em paz, desfrutando da nossa própria companhia para agradar alguém. Mas será que vale a pena mesmo destinar todo nosso tempo e energias apenas na satisfação de desejos dos outros?
Que nesta semana você se auto presenteie com os mesmos cuidados e delicadezas que destina aos seus amados! 
Abraços 🤗 
#AtelierDasEmoções
#PsicologaKatiulce
#autoestima
#ameSe
Imagem do insta lindo @annedisse
Sobre o amor próprio 💕 Invista seu tempo, seu carinho e expectativas em você, nos seus projetos e na trajetória de vida feliz que você merece ter! Não fique esperando um momento especial para fazer o que você gosta, usar aquela roupa que lhe cai bem ou assistir aquele filme "bobo"! Às vezes perdemos oportunidades de estar em paz, desfrutando da nossa própria companhia para agradar alguém. Mas será que vale a pena mesmo destinar todo nosso tempo e energias apenas na satisfação de desejos dos outros? Que nesta semana você se auto presenteie com os mesmos cuidados e delicadezas que destina aos seus amados! Abraços 🤗 #AtelierDasEmoções  #PsicologaKatiulce  #autoestima  #ameSe  Imagem do insta lindo @annedisse
Você reconhece o próprio valor? Percebe suas conquistas e sente-se contente por tudo que já alcançou?
OU
Vive comparando sua vida, seu carro, seu companheiro (a), seu corpo, e suas conquistas com outras pessoas e sentindo-se triste com o resultado da confrontação?

Obviamente é muito importante termos objetivos a atingir, termos pessoas que superaram desafios como inspiração e motivação para enfrentarmos nossas próprias batalhas, até ai tudo bem, o post não é sobre isso.

O post é sobre ficar obcecado com o que não temos, deixarmos de desfrutar do tempo presente, comemorar nossas conquistas, reconhecer nosso próprio valor aguardando por um cenário que ainda não aconteceu.
Geralmente as pessoas que apresentam esse comportamento são extremamente críticas e perfeccionistas e não conseguem jamais alcançar o grau de expectativas que elas estipulam para si mesmas. Pois mesmo quando alcançam um objetivo, imediatamente criam outras condições para enfim estar num “cenário ideal”, vivendo em um círculo vicioso de uma busca infindável.
Se conseguiu passar no vestibular, mas não está na primeira colocação sente-se frustrado.
Se desejava ser pedida em casamento, mas o pedido não foi de uma forma romântica, fica desapontada.
Se consegue manter uma rotina saudável de dieta e exercícios, mas não está com corpo igual a determinada pessoa, fica decepcionado.
Enfim, por melhores que ainda possamos ser, é indispensável que reconheçamos o que já temos. 
Pare agora e olhe com carinho todas as coisas boas que você já tem, agradeça e use como estímulo o que já alcançou para seguir em frente!
“A felicidade não está no destino, mas na caminhada.”
Abraços 🤗
#PsicologaKatiulce
#AtelierDasEmoções
Você reconhece o próprio valor? Percebe suas conquistas e sente-se contente por tudo que já alcançou? OU Vive comparando sua vida, seu carro, seu companheiro (a), seu corpo, e suas conquistas com outras pessoas e sentindo-se triste com o resultado da confrontação? Obviamente é muito importante termos objetivos a atingir, termos pessoas que superaram desafios como inspiração e motivação para enfrentarmos nossas próprias batalhas, até ai tudo bem, o post não é sobre isso. O post é sobre ficar obcecado com o que não temos, deixarmos de desfrutar do tempo presente, comemorar nossas conquistas, reconhecer nosso próprio valor aguardando por um cenário que ainda não aconteceu. Geralmente as pessoas que apresentam esse comportamento são extremamente críticas e perfeccionistas e não conseguem jamais alcançar o grau de expectativas que elas estipulam para si mesmas. Pois mesmo quando alcançam um objetivo, imediatamente criam outras condições para enfim estar num “cenário ideal”, vivendo em um círculo vicioso de uma busca infindável. Se conseguiu passar no vestibular, mas não está na primeira colocação sente-se frustrado. Se desejava ser pedida em casamento, mas o pedido não foi de uma forma romântica, fica desapontada. Se consegue manter uma rotina saudável de dieta e exercícios, mas não está com corpo igual a determinada pessoa, fica decepcionado. Enfim, por melhores que ainda possamos ser, é indispensável que reconheçamos o que já temos. Pare agora e olhe com carinho todas as coisas boas que você já tem, agradeça e use como estímulo o que já alcançou para seguir em frente! “A felicidade não está no destino, mas na caminhada.” Abraços 🤗 #PsicologaKatiulce  #AtelierDasEmoções 
Quem está precisando de um abraço apertado nessa segunda-feira?
Segundo estudos o ABRAÇO libera substâncias que resultam em sensação de bem estar como a oxitocina e endorfinas. A oxitocina inclusive ajuda a diminuir pressão arterial, reduzindo o risco de doenças cardíacas, estresse e ansiedade.

O abraço também pode ser uma ferramenta para demonstrar compreensão e empatia e auxiliar na aproximação entre duas pessoas em um momento de crise ou desamparo, por exemplo. 
Que tal abraçar alguém agora e dizer o quanto esta pessoa é importante para você? Se não é possível, mande um abraço "virtual" marcando alguém que merece um abraço bem apertado! 
Para quem está lendo isso um abraço 🤗 
#PsicologaKatiulce
#AtelierDasEmoções
#Segunda
#abraço
Quem está precisando de um abraço apertado nessa segunda-feira? Segundo estudos o ABRAÇO libera substâncias que resultam em sensação de bem estar como a oxitocina e endorfinas. A oxitocina inclusive ajuda a diminuir pressão arterial, reduzindo o risco de doenças cardíacas, estresse e ansiedade. O abraço também pode ser uma ferramenta para demonstrar compreensão e empatia e auxiliar na aproximação entre duas pessoas em um momento de crise ou desamparo, por exemplo. Que tal abraçar alguém agora e dizer o quanto esta pessoa é importante para você? Se não é possível, mande um abraço "virtual" marcando alguém que merece um abraço bem apertado! Para quem está lendo isso um abraço 🤗 #PsicologaKatiulce  #AtelierDasEmoções  #Segunda  #abraço 
A vida é feita de escolhas e a direção tomada hoje pode mudar tudo lá na frente. 
Talvez por este motivo alguns apresentem muita dificuldade em ESCOLHER, ficam indecisos, inseguros e até paralisados quando precisam decidir algo e protelam ao máximo esse momento. 
Em primeiro lugar, quero ressaltar que “ficar em cima do muro” - sem se posicionar ou esperando que outros o façam - também é uma decisão e trás consequências. Posso, por exemplo, perder a oportunidade de me relacionar com alguém, se ficar protelando para aceitar um convite ou perder a oportunidade de trocar finalmente de emprego se não arriscar aceitar um novo cargo em outra empresa.
Cabe lembrar que esse funcionamento aparente na fase adulta é construído através de nossas experiências ao longo da vida, crescemos orientados a levar em consideração muitas variáveis, agradar a outros, ser socialmente aceitos e com isso surgem muitas dúvidas, insegurança e uma perca de conexão com o que de fato é importante para si mesmo.
Se você tem essa dificuldade, na próxima vez que se deparar com uma decisão procure acessar a sua essência e projete qual as consequências da escolha que fará, se a consequência o aproximar do seu planejado destino vá em frente, se afastá-lo, busque outras possibilidades. Mas se esta dificuldade é crônica, causando prejuízos a sua vida, busque ajuda de um psicólogo! 
Abraços 🤗 
#PsicologaKatiulce
#AtelierDasEmoções
A vida é feita de escolhas e a direção tomada hoje pode mudar tudo lá na frente. Talvez por este motivo alguns apresentem muita dificuldade em ESCOLHER, ficam indecisos, inseguros e até paralisados quando precisam decidir algo e protelam ao máximo esse momento. Em primeiro lugar, quero ressaltar que “ficar em cima do muro” - sem se posicionar ou esperando que outros o façam - também é uma decisão e trás consequências. Posso, por exemplo, perder a oportunidade de me relacionar com alguém, se ficar protelando para aceitar um convite ou perder a oportunidade de trocar finalmente de emprego se não arriscar aceitar um novo cargo em outra empresa. Cabe lembrar que esse funcionamento aparente na fase adulta é construído através de nossas experiências ao longo da vida, crescemos orientados a levar em consideração muitas variáveis, agradar a outros, ser socialmente aceitos e com isso surgem muitas dúvidas, insegurança e uma perca de conexão com o que de fato é importante para si mesmo. Se você tem essa dificuldade, na próxima vez que se deparar com uma decisão procure acessar a sua essência e projete qual as consequências da escolha que fará, se a consequência o aproximar do seu planejado destino vá em frente, se afastá-lo, busque outras possibilidades. Mas se esta dificuldade é crônica, causando prejuízos a sua vida, busque ajuda de um psicólogo! Abraços 🤗 #PsicologaKatiulce  #AtelierDasEmoções 
Sabe qual o perigo de nos acostumarmos com o que nos faz mal? 
Acabamos naturalizando a situação, aceitando e nos acomodando com o que nos faz mal e nos esquecemos que podemos viver sem aquele sofrimento.

Não se acostume a mendigar por atenção, por carinho, por amor, pois acredite, uma relação saudável é recíproca e nada disso é necessário. 
Não se acostume com alguém que lhe trate mal, que fira seus sentimentos propositalmente, que faça você duvidar do próprio valor. 
Qualquer tipo de relacionamento necessita de atenção e de responsabilidade emocional, ou seja, temos um compromisso com quem nos admira e torce pela nossa felicidade, não podemos achar que o amor sobreviverá do que já aconteceu, do que o trouxe até nós. Assim, todos os dias precisamos cultivar esse sentimento e assim renovar no outro os motivos para ficar.
Se os motivos que estão sendo renovados em sua relação são a sensação de negligência, desamparo, insegurança e indiferença, está na hora de tomar uma atitude.
Abraços 🤗 
#PsicologaKatiulce
#AtelierDasEmoções
Sabe qual o perigo de nos acostumarmos com o que nos faz mal? Acabamos naturalizando a situação, aceitando e nos acomodando com o que nos faz mal e nos esquecemos que podemos viver sem aquele sofrimento. Não se acostume a mendigar por atenção, por carinho, por amor, pois acredite, uma relação saudável é recíproca e nada disso é necessário. Não se acostume com alguém que lhe trate mal, que fira seus sentimentos propositalmente, que faça você duvidar do próprio valor. Qualquer tipo de relacionamento necessita de atenção e de responsabilidade emocional, ou seja, temos um compromisso com quem nos admira e torce pela nossa felicidade, não podemos achar que o amor sobreviverá do que já aconteceu, do que o trouxe até nós. Assim, todos os dias precisamos cultivar esse sentimento e assim renovar no outro os motivos para ficar. Se os motivos que estão sendo renovados em sua relação são a sensação de negligência, desamparo, insegurança e indiferença, está na hora de tomar uma atitude. Abraços 🤗 #PsicologaKatiulce  #AtelierDasEmoções 
Escolha uma (ou todas) alternativas e realize AGORA!
Abraços 🤗 
#AtelierDasEmoções
#PsicologaKatiulce
Depois que nos damos conta que esse é o destino e a resposta a boa parte das nossas angústias, jamais iremos retroceder, tão pouco nos resignaremos em relacionamentos ou situações dolorosas por medo de sofrer ou por necessidade de ter companhia.
Enquanto não percebemos nosso valor, aceitamos pessoas tóxicas em nossas vidas, deixamos de fazer o que desejamos para ter aceitação de outras pessoas, deixamos nossas necessidades de lado e investimos nossas energias nas demandas do outro, para nos sentirmos “aprovados”. Trabalhar a auto estima, elaborando estratégias e reciclando pensamentos disfuncionais são artifícios utilizados na psicoterapia para modificar crenças de inferioridade, se você se identificou com a descrição acima busque ajuda!
Abraços 🤗 
#PsicologaKatiulce
#AtelierDasEmoções
Depois que nos damos conta que esse é o destino e a resposta a boa parte das nossas angústias, jamais iremos retroceder, tão pouco nos resignaremos em relacionamentos ou situações dolorosas por medo de sofrer ou por necessidade de ter companhia. Enquanto não percebemos nosso valor, aceitamos pessoas tóxicas em nossas vidas, deixamos de fazer o que desejamos para ter aceitação de outras pessoas, deixamos nossas necessidades de lado e investimos nossas energias nas demandas do outro, para nos sentirmos “aprovados”. Trabalhar a auto estima, elaborando estratégias e reciclando pensamentos disfuncionais são artifícios utilizados na psicoterapia para modificar crenças de inferioridade, se você se identificou com a descrição acima busque ajuda! Abraços 🤗 #PsicologaKatiulce  #AtelierDasEmoções 
Se você tem um apego exagerado por alguém a ponto de isso tirar sua paz mental e fazer com que gaste energia e recursos em prol dele(a), você pode ter desenvolvido uma OBSESSÃO.
Quando necessitamos do outro para nos completar, isso denota baixa auto estima e insegurança, e é graças a esta crença de desvalor que aparece este comportamento de dependência emocional, pois o sujeito não se basta, precisa do outro para sentir-se completo e para suprir este vazio. 
Sem dúvida, tal obsessão trará problemas ao relacionamento e sofrimento para o obcecado, pois mesmo empregando os melhores esforços não há garantia de reciprocidade, pelo contrário, quanto maior a dedicação mais expectativas irreais são alimentadas e mais fácil será uma decepção.
Enfim, lembre que sua felicidade e completude não estão em ninguém, mas dentro de você. Se você não consegue reconhecer o próprio valor, talvez esteja na hora de iniciar uma revolução interna e para essa empreitada um psicólogo poderá ajuda-lo.
Abraços 🤗 
#PsicologaKatiulce
#AtelierDasEmoções
#amorproprio
Se você tem um apego exagerado por alguém a ponto de isso tirar sua paz mental e fazer com que gaste energia e recursos em prol dele(a), você pode ter desenvolvido uma OBSESSÃO. Quando necessitamos do outro para nos completar, isso denota baixa auto estima e insegurança, e é graças a esta crença de desvalor que aparece este comportamento de dependência emocional, pois o sujeito não se basta, precisa do outro para sentir-se completo e para suprir este vazio. Sem dúvida, tal obsessão trará problemas ao relacionamento e sofrimento para o obcecado, pois mesmo empregando os melhores esforços não há garantia de reciprocidade, pelo contrário, quanto maior a dedicação mais expectativas irreais são alimentadas e mais fácil será uma decepção. Enfim, lembre que sua felicidade e completude não estão em ninguém, mas dentro de você. Se você não consegue reconhecer o próprio valor, talvez esteja na hora de iniciar uma revolução interna e para essa empreitada um psicólogo poderá ajuda-lo. Abraços 🤗 #PsicologaKatiulce  #AtelierDasEmoções  #amorproprio